Como ministro da Saúde pretende combater pandemia de hoje em diante?

Uma das medidas anunciadas é a liberação de R$ 909 milhões para municípios

Redação Publicado em 12/05/2021, às 17h11

None
Limpeza de ruas na Favela Vila Ipiranga, em Niterói (Luis Alvarenga/Getty Images)

Na terça, 11 de maio, o ministério da Saúde Marcelo Queiroga anunciou algumas medidas para o combate à pandemia de Covid-19 no Brasil. Durante coletiva de imprensa com a presença de Jair Bolsonaro (sem partido), foi anunciada a liberação de R$ 909 milhões para municípios. As informações são do Estadão.

Conforme o anúncio, o valor será dividido em quatro áreas: R$ 395 milhões para Saúde; R$ 120 milhões para cuidado de pessoas idosas; R$ 345 milhões para garantir a segurança alimentar; e R$ 48 milhões para assistência aos povos e comunidades tradicionais.

+++LEIA MAIS: Após recorde de mortes por Covid-19, Bolsonaro anuncia: ‘Não vai ter lockdown nacional’

Além de falar sobre o valor a ser destinado aos municípios, Marcelo Queiroga disse que a capacidade de vacinação do Brasil é superior a 2 milhões de doses diárias. O ministro da Saúde ainda falou sobre a autorização de compra de 100 milhões de doses da Pfizer, cuja previsão de entrega do primeiro lote é final de setembro.

Conforme noticiado pelo Estadão, a coletiva de imprensa durou 20 minutos e o presidente Bolsonaro não se pronunciou durante o evento. Anteriormente, Queiroga prometeu que toda a população brasileira será vacinada até o final de 2021. 


+++ MV BILL: 'A GENTE TEM A PIOR POLÍTICA DE GOVERNO PARA O PIOR MOMENTO' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL