Como o filme Dolittle, com Robert Downey Jr., pode dar prejuízo mesmo com US$ 100 milhões em bilheteria?

Dolittle estreou nos Estados Unidos em 16 de janeiro de 2020

Redação Publicado em 28/01/2020, às 17h07 - Atualizado às 17h49

None
Robert Downey Jr. (Foto: Reprodução)

Em 16 de janeiro de 2020, o filme Dolittle, com Robert Downey Jr., estreou nos Estados Unidos. Apesar de já ter arrecadado cerca de US$ 100 milhões, o longa é considerado um fracasso, principalmente devido ao orçamento de US$ 175 milhões.

+++ LEIA MAIS: Dolittle, filme de Robert Downey Jr. depois de Vingadores, é massacrado: ‘Estranho’, ‘patético’ e ‘anti-cinema’

O orçamento não é considerado um valor extremamente alto para não ser alcançado. Avatar e Piratas do Caribe, por exemplo, gastaram, cada um, cerca de US$230 milhões. No entanto, para o filme ser considerado um sucesso estima-se que o valor arrecadado exceda de 2 a 3 vezes o valor utilizado na produção. 

Apesar da queda na bilheteria do primeiro para o segundo final de semana de lançamento de Dolittle não ter sido alta - cerca de 40% - os valores já arrecadados não possibilitam que o filme alcance o valor mínimo para ser considerado um sucesso.

+++LEIA MAIS: Dolittle, estrelado por Robert Downey Jr., pode perder US$100 milhões de bilheteria

Aparentemente, um dos principais motivos para o alto orçamento de Dolittle é o astro Robert Downey Jr., que recebeu US$20 milhões para protagonizar o longa.

No Brasil, Dolittle estreia em 20 de fevereiro.


 +++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 1), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL