Como o filme Magical Mystery Tour se tornou o primeiro fracasso dos Beatles?

O icônico quarteto tem um histórico de sucessos imbatíveis, mas o filme, exibido pela BBC, foi muito criticado

Redação Publicado em 15/10/2019, às 14h24

None
The Beatles (Foto: AP Images)

Entre o primeiro single dos Beatles em 1962 e o fim da banda no início dos anos 1970, o quarteto teve uma série de sucessos imbatíveis. Todo novo álbum conquistava o número um e os singles tinham quase a mesma chance de sucesso no topo das paradas. 

Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, de 1967, marcou esse ponto. O sucesso do álbum, que incluiu o icônico sucesso "A Day in the Life", deu a noção de que onde o quarteto fosse com os experimentos musicais, os fãs iriam junto. O single liderou o topo das paradas da Billboard durante 15 semanas. 

E é claro que toda essa confiança transpareceu até a hora de filmarem o Magical Mystery Tour. Depois de passarem cinco meses trabalhando no Sgt. Peppers, a banda concordou em passar um tempo na mente de Paul McCartney

Mas se você sabe alguma coisa sobre a recepção que o filme teve, sabe que ela não foi boa o suficiente. Eles não tinham nada parecido com um roteiro para produzir o filme. 

Na véspera da sessão todos queriam saber o que o quarteto havia preparado. Seria algo divertido como "A Hard Day's Night" ou exótico como "Help!"? 

+++ Quando John Lennon percebeu o fim dos Beatles?

No final, nenhum dos dois. Os integrantes entraram nessa com pouca ideia do que eles queriam fazer. "Ainda não temos um roteiro", disse John Lennon antes das filmagens.

"Mas temos um sujeito circulando pelos lavatórios da Grã-Bretanha, tirando notas das paredes", completou. 

Em Anthology, Starr descreveu como estava a pré-produção. "Paul tinha um ótimo pedaço de papel - apenas um pedaço de papel branco em branco com um círculo", ele lembrou.

+++ LEIA MAIS: 50 anos de uma obra-prima: 9 curiosidades sobre Abbey Road, dos Beatles [LISTA]

Claramente, esse conceito não era promissor para nenhum cineasta. E desta vez, os Beatles não estavam trabalhando com Richard Lester que dirigiu os dois primeiros filmes. O quarteto que estava no comando da direção, por isso, tudo ficou um pouco confuso.

Quando exibido, os telespectadores da BBC não tinham ideia do que estavam assistindo. Era por volta de 1967 e os Beatles estavam completo no modo psicodélico. 

"Toda a saga confirmou uma suspeita minha - que os Beatles são quatro jovens agradáveis ​​que ganharam tanto dinheiro que aparentemente podem se dar ao luxo de desprezar o público", disse a revista Daily Express.

Outra parte da crítica chamou a produção de "um pedaço desconectado de bobagem" e "lixo".

Os telespectadores da BBC ficaram horrorizados com o filme e informaram a emissora sobre. O filme chegou m preto em branco, enquanto tudo era colorido no estilo dos Pranksters, e a recepção foi terrível. Tudo foi tão ruim que McCartney foi à TV na noite seguinte pedir desculpas. 

++++ LEIA MAIS: O fim dos Beatles: como caprichos e raiva destruíram a maior banda de todos os tempos

"Você não pode dizer que foi um sucesso, porque os jornais não gostaram", disse Paul a David Frost. "E isso que as pessoas leem para descobrir o que é um sucesso."