Como Ozzy Osbourne convenceu Max Cavalera a não desistir da música?

Ex-Sepultura tinha acabado de romper com a banda e estava desanimado para continuar tocando

Marina Sakai (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 14/05/2021, às 16h06 - Atualizado às 16h09

None
Max Cavalera, em ação com o Soulfly (Foto: Peter Klaunzer/Keystone/AP)

Depois de sair da banda de heavy metalSepultura em 1996, Max Cavalera, um dos fundadores do grupo, considerou abandonar a música para sempre. Ozzy Osbourne, porém, fez o artista mudar de ideia. As informações são do Louder Sound. 

Em entrevista ao Metal Hammer,Cavalera revelou detalhes da época. O enteado dele, Dana, morreu em um acidente de carro e, logo depois, o cantor rompeu com a banda. “Estava de coração partido, bravo, eram muitas frustrações. Gloria [esposa e empresária de Max] tentou me levantar, me colocar para escrever de novo,” disse.

+++LEIA MAIS: Max Cavalera: 'Se eu continuasse no Sepultura, talvez a banda seria uma merd*'

Uma conversa com um dos grandes ídolos, Ozzy Osbourne, mudou tudo para Cavalera. “Fui jantar na casa dele e me contou sobre quando foi expulso do Black Sabbath. Ficou muito desanimado, mas cabia a ele voltar a se levantar. Vindo dele, pensei ‘preciso fazer isso’”

Depois do incentivo, Cavalera pegou a guitarra e escreveu “Eye For An Eye,” primeiro single da banda pós-Sepultura, chamada Soulfly. “Essa música praticamente salvou a minha vida,” revelou o cantor.

+++LEIA MAIS: 30 anos de Arise, disco que cravou o nome do Sepultura no metal mundial [ENTREVISTA]

Foi uma das canções de fundação da banda, e garantiu um acordo com a gravadora Roadrunner Records A&R. “Fomos para Nova York [EUA] e encontramos Monte Connor, tocamos a música e ele assinou o contrato na hora. Nunca mais vou conseguir compor outra igual.”


+++ SUPLA: 'NA ARTE A GENTE TEM QUE SER ESPONTÂNEO' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL