Como Pearl Jam reagiu à fama repentina nos anos 1990?

Eddie Vedder falou sobre como a banda lidou com o sucesso meteórico após o lançamento de Ten

Isabela Guiduci Publicado em 24/06/2021, às 12h43

None
Eddie Vedder do Pearl Jam (Foto: Kevin Winter/Getty Images)

Após o lançamento do disco de estreia, Ten, em 27 de agosto de 1991, o Pearl Jam revolucionava a música grunge com um projeto fascinante - e, ao impactar o cenário, a banda precisou lidar com um sucesso meteórico. 

Segundo Eddie Vedder, vocalista do Pearl Jam, a banda só segue ativa devido ao modo como lidou com a fama no início dos anos 1990. Em entrevista ao Classic Rock, via Blitz, o músico falou: "Senti que se nos tornássemos mais famosos, seríamos esmagados. As nossas cabeças iam explodir como uvas."

+++LEIA MAIS: Icônica apresentação do Pearl Jam no MTV Unplugged agora está disponível

"Sei que não lidamos com a coisa da forma mais graciosa. Ao mesmo tempo, é como ser gracioso em uma luta de rua. Você apenar quer tentar sair dali vivo. Agarramo-nos uns aos outros e agarramo-nos à música", completou.

Na época, o grupo evitou a fama advinda da indústria do entretenimento de todo modo possível. O Pearl Jam recusava-se a fazer vídeos, não participava de programas de televisão, e se afastavam ao máximo dos estádios.

+++LEIA MAIS: Filha de Chris Cornell, Toni canta 'Black', do Pearl Jam, em cover emocionante

Além de Vedder, Mike McCready, que anteriormente pensava positivamente acerca do sucesso, complementou a fala do companheiro de banda: "Tomamos muitas decisões que iam no sentido contrário àquilo que a gravadora queria que nós fizéssemos. Portanto, tivemos sorte, mas foi uma decisão nossa: resguardamo-nos".

+++ LEIA MAIS: Eddie Vedder revela que chorou de alegria minutos antes da maior tragédia da história do Pearl Jam


+++ OS 5 DISCOS ESSENCIAIS DE BOB DYLAN | ROLLING STONE BRASIL