Como Peter Hook decidiu que Ian Curtis seria o vocalista do Joy Division?

Músico contou sobre primeiro encontro em primeiro episódio de podcast sobre o New Order

Redação Publicado em 29/10/2020, às 12h37

None
Ian Curtis (Foto: Reprodução)

Peter Hook contou sobre o primeiro encontro com Ian Curtis no primeiro episódio do podcast Transmissions: The Definitive Story, lançado recentemente para contar “a história definitiva” de Joy Division e New Order. As informações são do NME.

Para formar a banda, Hook deixou um anúncio de “Banda procura vocalista” numa loja de discos em Manchester. Já tinha um baterista provisório, Bernard Sumner na guitarra e assumiu o baixo. Quando Curtis apareceu para tentar a vaga, usava uma jaqueta com a palavra “ódio” (hate, em inglês) pintada nas costas com uma tinta laranja fluorescente.

+++ LEIA MAIS: Joy Division: Ian Curtis não era depressivo e gostava de piadas práticas, garante Peter Hook

“Ele era único e se destacou, devemos dizer”, lembrou Hook (via NME).Ian disse, ‘Ei, você ouviu o novo álbum do Iggy Pop? Saiu essa semana’. Nunca tinha escutado Iggy Pop antes. Ele tocou ‘China Girl’ do álbum e achei realmente incrível, me apaixonei de cara e pensei… Esse é o cara”.


+++ XAMÃ: ‘SE VOCÊ NÃO SENTE NADA COM UMA MÚSICA, É PORQUE TEM ALGUMA COISA ERRADA' | ROLLING STONE BRASIL