Como Priscilla Presley revitalizou o patrimônio quase falido de Elvis e o transformou em uma das celebridades póstumas mais lucrativas da história

Patrimônio do Rei do Rock não passava de 5 milhões de dólares em 1977

Redação Publicado em 17/12/2020, às 12h30

None
Elvis Presley e Priscilla Beaulieu (Foto: AP Images)

5 milhões de dólares pode parecer muito dinheiro, mas para alguém com uma carreira tão bem sucedida quanto a de Elvis Presley, a quantia é ínfima. O Rei do Rock gastou boa parte da fortuna mantendo um estilo de vida extravagante, mas foi graças a Priscilla Presley, ex-mulher do astro, que Presley tornou-se uma das cinco celebridades póstumas que mais arrecadaram dinheiro no ano de 2020.

Elvis e Priscilla Presley foram casados por apenas seis anos, mas mantiveram uma amizade saudável após o divórcio. Ambos se conheceram em 1959 e se casaram no dia 1º de Maio de 1967. A filha do casal, Lisa Marie Presley, nasceu logo depois, em 1º de Fevereiro de 1968.

+++LEIA MAIS: Como começou o namoro de Elvis Presley com Priscilla, uma menina de 14 anos?

Apesar de estarem apaixonados, Priscilla admite que o casamento era difícil. Elvis mantinha uma ‘bolha’ de pessoas ao redor dele, além de ser muito controlador: a esposa deveria estar sempre maquiada e só podia usar roupas em certas cores. Após envolver-se com o instrutor de karatê Mike Stone, Priscilla pediu o divórcio em 1972. O caso não foi o único motivo da separação, uma vez que Priscilla estava cansada de viver a vida em função do marido.

Após o divórcio, Priscilla tornou-se atriz, modelo e empresária, enquanto Elvis ocupava-se em esbanjar a fortuna: da compra de Graceland à instalação de uma piscina dentro do banheiro do pai, do vício em drogas ao custeamento do estilo de vida de amigos, a “Memphis Mafia", o astro viu o dinheiro esgotando-se rapidamente.

+++LEIA MAIS: Relacionamento entre Elvis Presley e Priscilla era tóxico: 'Controlava tudo'

Elvis foi o mais bem sucedido artista de gravação de todos os tempos, falecendo vítima de um ataque cardíaco em 1977. O patrimônio líquido do Rei do Rock poderia ter sido muito maior na época, não fossem os gastos excessivos. Apesar disso, o testamento de Presley mostrou uma sábia decisão: ele havia deixado toda a fortuna para o pai, a avó, e a filha.

Após o falecimento do pai (1979) e da avó (1980) de Elvis, Lisa Marie ficou com toda a fortuna do astro. Uma criança à época (Marie tinha apenas nove anos quando o pai morreu), a responsabilidade do patrimônio de Elvis recaiu sobre Priscilla. A fortuna do Rei era de apenas 1 milhão de dólares quando Priscilla assumiu o controle, devido aos impostos referentes à Graceland e outros gastos.

+++LEIA MAIS: Elvis Presley tinha burros de estimação na piscina da mansão em Graceland, revela primo

Em uma decisão comercial extremamente sagaz, Priscilla transformou a propriedade de Elvis em um museu aberto ao público, além de fundar a Elvis Presley Enterprises. Durante os anos que assumiu a direção da empresa, Priscilla transformou o patrimônio de Elvis de 1 milhão de dólares para 100 milhões, preservando o legado do Rei e o futuro da filha, que herdou a Elvis Presley Enterprises aos 25 anos, em 1993.

De acordo com a Forbes, Elvis Presley é a quinta celebridade póstuma mais lucrativa de 2020, tendo arrecadado 23 milhões de dólares no ano.


+++ PÉRICLES: 'QUEREMOS FAZER O NOSSO SOM, MOSTRAR NOSSA VERDADE E LUTAR POR IGUALDADE' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL