Como Scorsese e Steven Spielberg se juntaram para dirigir cena de DiCaprio em O Lobo de Wall Street

Produção filmava uma das cenas mais memoráveis do filme

Redação Publicado em 14/10/2020, às 11h02

None
Martin Scorsese (Foto:Evan Agostini/AP), Leonardo DiCaprio em O Lobo de Wall Street (Foto: Reprodução) e Steven Spielberg (Foto: AP)

Durante toda carreira, Leonardo DiCaprio trabalhou com diversos grandes diretores, colecionou papéis icônicos e mostrou ser um dos maiores atores da geração. No entanto, isso não significa que ele não precise de direcionamento ou ajuda em algumas cenas. Em O Lobo de Wall Street, Martin Scorsese e Steven Spielberg se juntaram para dirigir o ator em uma cena do filme. A informação é do Cheat Sheet.

Com Scorsese, DiCaprio trabalhou junto em Os Infiltrados, Ilha do Medo, O Aviador, entre outros. Já com Spielberg, o ator trabalhou em Prenda-Me se For Capaz. Ou seja, o artista estava familiarizado com o trabalho e estilo dos cineastas quando eles o dirigiram em O Lobo de Wall Street.

+++LEIA MAIS: O Iluminado: Kubrick gritou que Shelley Duvall 'desperdiça o tempo de todo mundo' na frente de todo o elenco

Como reportado pelo Cheat Sheet, em determinado momento das filmagens do filme sobre Jordan Belfort, Scorsese teve algumas dificuldades e chamou ninguém mais ninguém menos que Steven Spielberg para ajudá-lo, que ajudou na icônica cena do discurso do personagem interpretado por DiCaprio.

"Bem, ele veio no set, no dia em que estávamos filmando os discursos”, disse Scorsese em entrevista ao The Hollywood Reporter. "Então ele estava lá, ele veio para dizer 'olá' e ficou o dia todo e estava nos ajudando".

Leonardo DiCaprio falou sobre como foi ter duas lendas de Hollywood no set: "Foi como um golpe duplo para todos no set. Todo mundo que teve que atuar naquele dia estava tipo: 'Oh, Jesus Cristo, Spielberg e Scorsese estão me observando? Cristo'".

+++LEIA MAIS: O Halloween de Hubie: 3 motivos para assistir (e 3 para não assistir) o filme de Adam Sandler que estreou no TOP10 da Netflix

Além disso, Jonah Hill, intérprete de Donnie Azoff, falou sobre como tudo foi muito surreal com os dois diretores. "Se tudo isso não fosse surreal quando você voltava para pegar dicas e eles estavam sentados um ao lado do outro, era uma loucura, sim", relembrou.


+++ TERNO REI: ‘ANTES DE LANÇAR, VOCÊ NUNCA SABE SE É BOM OU RUIM’ | ROLLING STONE