Como a showrunner de The Witcher convenceu a Netflix de criar uma linha do tempo tão fragmentada

Lauren S. Hissrich compartilhou o argumento original que usou para convencer Netflix do formato da série

Redação Publicado em 02/11/2020, às 13h00

None
The Witcher (foto: reprodução/ Netflix)

Muitos fãs que conheceram a história deThe Witcher pela primeira vez na série da Netflix ficaram confusos com a linha do tempo. Os episódios mostram uma história fragmentada, entre aventuras que aconteceram há décadas antes do momento atual da narrativa, que acompanha Ciri (Freya Allan)

Por causa disso, várias perguntas surgiram na rede social reddit para a showrunner, LaurenS. Hissrich, sobre a produção (via CBR.com), a principal delas sendo: "Como você conseguiu convencer a plataforma de streaming a contar uma história tão 'solta' com a linha do tempo?"

+++LEIA MAIS: The Witcher e Umbrella Academy sacaneiam Game of Thrones por erro do copo de café nas gravações

Ainda no reddit, a produtora respondeu:" Sentei-me em uma sala de conferências da Netflix e apresentei a eles o que viria a ser o piloto do The Witcher. Eu estive pensando por alguns meses sobre qual era a melhor forma de contar as histórias de Geralt, Yen, e Ciri, e então eu tive uma ideia (controversa): contar eles em três linhas do tempo diferentes ao longo da primeira temporada. Isso foi em 29 de novembro de 2017."

Hissrich continuou: "Algumas coisas mudaram. Por exemplo, depois de procurar em todo o mundo por uma Ciri de 12 anos de idade - e então perceber que muitas das cenas eram noturnas, para as quais as filmagens são altamente restritas para menores - - nós envelhecemos o personagem. Yennefer, também, foi originalmente escrita no piloto - até que eu percebi que havia escrito um longa-metragem, não um episódio de uma hora de duração.

+++ LEIA MAIS: Todas as diferenças dos poderes da HQ de The Umbrella Academy e a série da Netflix [LISTA]

"A maior mudança foi que, originalmente, eu pretendia manter em segredo que Ciri era a criança com quem Geralt estava destinado, por pelo menos alguns episódios - até filmamos o piloto dessa forma! Mas no editorial, percebemos que as linhas do tempo já eram um mistério o suficiente, não precisávamos ficar acrescentando mais e mais véus."

Lauren terminou a publicação com a reação dela ao roteiro final: "Mais importante de tudo foi o coração do show. É tão interessante voltar e ver que éramos apaixonados pelo entrelaçamento das histórias de Geralt, Yennefere Ciri desde o início, e que conseguimos manter isso vivo assim como nos livros. "

+++ LEIA MAIS: Diretora de The Witcher revela final alternativo da 1ª temporada

Hissrich forneceu aos fãs uma visão única dos bastidores da abordagem e mentalidade dela, anexando uma análise detalhada de sua visão de The Witcher (que você pode ler aqui), em que ela destaca diferentes arcos de personagem, relacionamentos e como todos eles eventualmente se entrelaçam nos oito episódios da série.


+++ BK' | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL