Como surgiu romance entre Loki e Sylvie? Roteirista responde

Michael Waldron também falou sobre a importância do relacionamento de Loki e Sylvie para evolução do Deus da Trapaça

Julia Harumi Morita Publicado em 07/07/2021, às 10h40

None
Tom Hiddleston como Loki e Sophia Di Martino como Sylvie no terceiro episódio de Loki (Foto: Divulgação / Marvel)

[Atenção: esta publicação contém spoilers da série Loki (2021)]

Michael Waldron, roteirista-chefe de Loki (2021), revelou como surgiu o estranho, mas de certa forma, lógico romance entre o Deus da Trapaça (Tom Hiddleston) e a própria variante, Sylvie (Sophia Di Martino) em entrevista à CBR. (Via Omelete)

+++ LEIA MAIS: Qual cena de Thor: Ragnarok foi improvisada? Tom Hiddleston responde

Na série do Disney+ , Loki e Sylvie precisam trabalhar juntos para escapar de um apocalipse no episódio "Lamentis". No meio da missão, os dois se aproximam conforme conhecem a história de origem um do outro.

No capítulo seguinte, "O Evento Nexus", o romance entre os personagens é confirmado - e zombado por Mobius M. Mobius (Owen Wilson). Loki basicamente se apaixona por si mesmo, o que é interessante e ousado para Waldron.

+++ LEIA MAIS: Por que Owen Wilson ficou frustrado com personagem em Loki?

"Essa foi uma pedra angular do meu tom desde o início. Eu sabia que era um lugar que eu queria ir, e toda a nossa equipe estava realmente animada com isso. Sabíamos que era uma decisão ousada e interessante e estamos entusiasmados com isso. Tudo sobre isso parecia meio perigoso, e parecia: 'Bem, é por isso que devemos fazê-lo.'"

O roteirista-chefe também falou sobre a importância do relacionamento de Loki e Sylvie para evolução pessoal do Deus da Trapaça no Universo Cinematográfico Marvel (MCU). Na série, o Deus da Trapaça não viveu os mesmos eventos dos filmes da franquia, então precisou de um novo arco de evolução para deixar de ser apenas um antagonista de Thor.

+++LEIA MAIS: Em Loki, Tom Hiddleston quer deixar antigos truques para trás: ‘Estamos o libertando dessa armadilha’ [ENTREVISTA]

"Loki é um cara que tem que aprender a amar a si mesmo, em primeiro lugar. Surgiu no primeiro episódio, dizendo a Mobius: 'Eu sou um vilão.' Essa é a sua auto-avaliação honesta. É interessante, através de seu relacionamento com Sylvie, que ele se veja em uma nova luz."

Com seis episódios, a nova série da Marvel e do Disney+ se aproxima do capítulo final ao disponibilizar o quinto capítulo nesta quarta, 7, na plataforma de streaming.

+++ LEIA MAIS: Diretora de Loki, Kate Herron diz que série é 'carta de amor' à ficção científica; entenda


+++ OS 5 DISCOS ESSENCIAIS DE BOB DYLAN | ROLLING STONE BRASIL