Como um sample desconhecido de uma banda argentina foi parar no disco do Eminem

O rapper usou o hit argentino "Ámame Peteribí" na faixa "Stepdad", do álbum Music To Be Murdered By

Rolling Stone EUA Publicado em 20/01/2020, às 10h43

None
Eminem na arte da capa de Music to Be Murdered By (foto: reprodução)

"O Eminem quer usar um sample do nosso pai", Catarina Spinetta contou aos irmãos, em outubro do ano passado, quando estavam comemorando o aniversário da irmã Vera. "Ficamos muito surpresos", acrescentou.

Tudo começou em setembro de 2019, quando foram contatados por representantes da Shady Records, selo do Eminem, pedindo autorização para "Ámame Peteribí", canção composta por Luis Alberto Spinetta, Carlos Cutaia e Black Amaya que faz parte do Pescado II (1973), da banda argentina Pescado Rabioso.

+++Leia mais: De surpresa, Eminem lança o disco Music to Be Murdered By com Ed Sheeran e referência ao atentado em Manchester

O grupo foi um dos vários de curta duração dos quais Spinetta fez parte, músico considerado por muitos o avô do rock argentino. Foi no fim dos anos 1960 que ele conquistou a fama, época em liderava Almedra, banda de sonoridade experimental que desafia a ditadura militar do General Juan Carlos Onganía. E ele compôs e se tocou show com esse espírito audacioso até 2012, quando morreu de câncer no pulmão. 

Então foi na última sexta, 17, que "Ámame Peteribí" finalmente apareceu em "Stepdad", 12ª faixa de Music To Be Murdered By, disco surpresa lançado por Eminem. 

"Não sabiamos o nome da música ou quando seria lançada", contou Catarina. "Pedi para eles me enviarem antes de eu dar a autorização final, mas disseram que não era possível — o único jeito era ligar para eles e ouvir pela ligação".

+++Leia mais: Eminem responde por rima a favor da violência de Chris Brown contra Rihanna: 'Gravado há 10 anos'

Mas os filhos da lenda da música argentina ficaram extremamente satisfeito com o resultado. "Fico muito orgulhoso em saber que ainda ouvem Pescado Rabioso", disse Dante Spinetta. "Misturada com música urbana, fica bem bruto. É um rap clássico do Eminem, com um instrumental mais 'rockera'. 'Peteribí' foi muito letal, muito 'funkera'."

Não se sabe ao certo como o rapper descobriu a música e consequentemente decidiu usá-la no novo projeto. "Nós também ainda temos muitas dúvidas", comentou Dante. "Não sabemos quanto ele sabe sobre o Spinetta, mas eles nos perguntaram quem ele era".

Este artigo foi originalmente escrito pelo jornalista Manuel Buscalia e publicado em 17 de janeiro na Rolling Stone Argentina. O texto foi traduzido e editado.

Ouça abaixo "Stepdad". Music To Be Murdered By está disponível em todas as plataformas de streaming.


 +++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 1), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL