Como uma lhama arruinou as gravações de Freddie Mercury e Michael Jackson?

Dueto dos cantores foi lançado apenas em 2014

Redação Publicado em 13/04/2020, às 12h06

None
Freddie Mercury e Michael Jackson (Foto: AP)

Freddie Mercury e Michael Jackson, grandes vozes dos anos 1970 e 1980, quase colaboraram em algumas músicas. Os astros chegaram a entrar em estúdio juntos, mas uma lhama impediu a finalização das gravações. O projeto poderia ter resultado em um álbum conjunto do Rei do Pop e o vocalista do Queen.

A dupla gravou algumas demos no estúdio particular de Jackson, em Encino, na Califórnia, mas as faixas nunca foram terminadas. Além da dificuldade de encontrar tempo na agenda dos cantores, Jackson se tornava cada vez mais recluso, na época, e preferia não deixar a residência.

+++ LEIA MAIS: Como Michael Jackson tentou comprar ossos do Homem-Elefante - e ganhou imagem de 'esquisitão' por isso

O motivo mais inusitado para o projeto ser abandonado foi a presença de uma lhama, animal de estimação de Jackson, durante as gravações. Mercury ligou para o empresário, Jim “Miami” Beach, e pediu socorro. “Miami, querido, poderia vir aqui? Você precisa me tirar daqui, estou gravando com uma lhama”, disse o vocalista do Queen ao telefone.

A música “There Must Be More to Life Than This”, foi lançada no álbum Mr. Bad Guy (1985), de Mercury, sem a participação de Michael Jackson. Uma versão do dueto foi lançada após a morte do Rei do Pop, e mais de 30 anos após as gravações, em 2014, em uma coletânea do Queen. 


+++ SESSION RS: SCALENE TOCA ASSOMBRA