Como a vida de Quentin Tarantino demonstra amor pelo cinema? De empregado em locadora ao Oscar

O famoso diretor de Pulp Fiction e Cães de Aluguel completa 58 anos neste sábado, 27 de março

Vitória Campos | @camposvitoria (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 27/03/2021, às 12h00

None
Quentin Tarantino (Foto: Emma McIntyre / Getty Images)

Diretor; ator; produtor e roteirista são apenas algumas das funções de Quentin Tarantino. Com uma identidade única e milhões de fãs, não fez faculdade de cinema, não possuía família rica e nem conhecia muitos nomes na indústria. Contudo, tinha a maior das qualidades para um cineasta: ser apaixonado pela 7ª arte.

O diretor de Cães de Aluguel (1992), Pulp Fiction: Tempo de Violência (1994), Bastardos Inglórios (2009), Django Livre (2012), entre outros, sempre se dedicou muito à arte de fazer filmes. Com muita violência e sangue, as narrativas foram reconhecidas inúmeras vezes em premiações, sendo queridas pela crítica e público. O diretor é considerado um dos melhores do mundo, sendo o 17º em lista do The Guardian.

+++ LEIA MAIS: Quentin Tarantino proíbe o uso de qual objeto no set de filmagem?

Nascido no Tennesee, Estados Unidos, Quentin Tarantino completa 58 anos neste sábado, 27 de março. Para comemorar o aniversário do diretor, conheça mais sobre sua trajetória, de empregado em locadora à premiação do Oscar:


Trajetória do Diretor

Desde criança, o diretor se considerava um amante do cinema e ficava encantado com filmes franceses e de faroeste. Quando jovem, trabalhou por anos em uma locadora, Video Archives. Sua criatividade teve origem com as diversas produções que podia assistir lá. No local, conheceu Roger Avary, posteriormente colaborador em Pulp Fiction.

+++ LEIA MAIS: Todos os filmes de Tarantino, do pior ao melhor, segundo site [LISTA]

A princípio, Tarantino sonhava em ser ator. Dedicou-se e estudou por anos para isso. No entanto, ao criar as próprias falas para atuar, acabou notando o verdadeiro talento: escrever.

Amor à Queima-Roupa (1993) e Assassinos por Natureza (1994) foram os primeiros roteiros vendidos pelo diretor. Demorou 10 anos para conseguir encontrar compradores, porém, a demora valeu a pena. Os filmes foram responsáveis por lançar o nome do, até então roteirista, no mercado.

+++ LEIA MAIS: Playlist de Quentin Tarantino: quais são as músicas que tocam nos filmes do diretor?

Cães de Aluguel (Foto: Reprodução)

 

Quando percebeu como a direção de um filme possibilitava transmitir ideias de maneira mais autoral, começou a carreira de diretor. Sua primeira experiência foi Cães de Aluguel. Estrelada por Harvey Keitel, a produção fez sucesso em Sundancee tornou Tarantino mais conhecido.

Posteriormente, surgiu o clássico Pulp Fiction: Tempo de Violência. O filme conta com os icônicos Vincent Vega (John Travolta) e Mia Wallace (Uma Thurman); muita violência gráfica e roteiro não linear. Ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes.

+++ LEIA MAIS: Os 11 melhores filmes de todos os tempos, segundo Quentin Tarantino

Mia Wallace (Um Thurman) e Vincent Vega (John Travolta) em Pulp Fiction (Foto: Reprodução)

 

Era só o começo. Tarantino ganhou duas vezes o prêmio de Melhor Roteiro Original no Oscarpor Pulp Fiction: Tempo de Violência e Django Livre, e Melhor Filmede Comédia ou Musical no Globo de Ouro por Era uma vez em… Hollywood em 2020. São nove filmes escritos e dirigidos pelo diretor. Segundo ele, pretende parar quando chegar ao 10º filme.


O que torna Tarantino único 

Violência gráfica, closes no rosto e muitos diálogos são marcas registradas do diretor, porém, as particularidades vão muito além. Não usa monitores na hora de filmar, nem mais de uma câmera ao mesmo tempo.

+++ LEIA MAIS: Guia Quentin Tarantino: onde assistir aos filmes do cineasta?

Enquanto escreve os roteiros, Tarantino já pensa nas músicas para compor a produção. As trilhas sonoras sempre chamam atenção nos filmes do cineasta.

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

O diretor possui muitas referências de outros filmes em seus longas, e a atitude foi motivo de polêmica. Muitos associam isso a falta de originalidade, porém, ele deixou claro amar fazer homenagens aos grandes clássicos cinematográficos.

+++ LEIA MAIS: Como Quentin Tarantino criou cena favorita de Bastardos Inglórios?

Amado pelos críticos, cinéfilos e por quem apenas quer ver um filme para relaxar, Quentin Tarantino coleciona elogios na carreira. Dono de um estilo próprio, o diretor revelou amar ser um aluno do cinema. Não seria possível esperar menos de quem, por 58 anos, dedicou a vida à arte de contar histórias.


+++ HUNGRIA HIP HOP | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL