Conheça o Ten Commandos novo supergrupo com integrantes de Pearl Jam, Soundgarden e OFF!

Banda de Seattle já revelou o primeiro single, que deve estar no disco de estreia, a ser lançado em 2016

Rolling Stone EUA Publicado em 11/10/2015, às 13h14

O supergrupo de Seattle Ten Commandos

Ver Galeria
(4 imagens)

Músicos que já estiveram envolvidos com trabalhos de Pearl Jam, Soundgarden, Queens of the Stone Age e Off! se reuniram em um no novo supergrupo, o Ten Commandos. Formada pelo baterista Matt Cameron (Pearl Jam), o baixista Ben Shepherd (Soundgarden), o guitarrista Alain Johannes (colaborador frequente do Queens of the Stone Age) e o guitarrista Dimitri Coats (Off!), a banda revelou o primeiro single na última sexta, 9.

15 músicas insanamente incríveis do Pearl Jam que só os maiores fãs conhecem..

A faixa, “Staring Down the Dust”, conta com a participação de Mark Lanegan (ex-integrante de outra banda grunge, o Screaming Trees) nos vocais e foi lançado nos serviços de streaming e no iTunes apenas. Em entrevistas que apesentam o grupo, os integrantes afirmaram que a sonoridade seria recheada de características comuns ao grunge dos anos 1990: músicas “pesadas e sujas”.

“Staring Down the Dust” cumpre a promessa. Com riffs angulares no estilo Badmotorfinger, linhas de baixo discretas e vocais densos e algumas vezes com eco, de Lanegan, que mostra o característico timbre rasgado. “Staring down the dust / Kissing the angel of death / Praying your will isn't crushed / Singing it under your breath”, canta o ex-Screaming Trees.

De volta ao Brasil, Mark Lanegan mantém carreira prolífica e admite: “Falar sobre mim não é algo que me anima”.

“Esta foi a primeira música que gravamos e terminamos a faixa base bem rapidamente”, disse Cameron à Rolling Stone EUA, sobre a canção. “Todos nós gostamos do som e da abordagem da música, mas quando ouvimos as vozes de Mark Lanegan nela, [percebemos que] ele elevou-a completamente para outro nível.”

“Muita música que me influenciou veio de Seattle”, acrescenta Coats. “Os riffs que Ben criou para esta faixa são pesados e intricados; não é um espaço óbvio para um vocalista se encaixar.”

Ouça “Staring Down the Dust” abaixo.

As sementes do supergrupo foram plantadas em um show em memória de Natasha Shneider, esposa e companheira de Johannes na banda Eleven, que morreu em 2008. Cameron, Johannes e Shepherd começaram a compor o álbum ainda naquele ano, mas o projeto paralelo não conseguiu se reunir para gravar até o primeiro semestre de 2014, época em que o Ten Commandos foi reforçado por Coats, no estúdio Litho, em Seattle.

Os integrantes do Ten Commandos depois deram os toques finais no álbum de estreia deles no estúdio 11AD, de Johannes, em Los Angeles.

Acredite se quiser: dez artistas que amamos e que nunca chegaram ao topo da parada nos EUA.

Johannes, Cameron, Coats e Shepherd, todos eles contribuíram com a composição do disco, que traz como convidados Lanegan, o guitarrista Peter Frampton (na faixa “Sketch 9”) e a cantora Nikka Costa (“Come”). “Staring Down the Dust”, por sua vez, foi composta por Shepherd e Johannes, enquanto Lanegan fez a letra.

Cada integrante do Ten Commandos colaborou um com o outro em certo nível durante as últimas décadas. Cameron e Shepherd são ambos membros do Soundgarden e também companheiros no projeto paralelo deles Hater, enquanto Cameron (assim como o antigo baterista do Pearl Jam Jack Irons) brevemente comandou as baquetas do projeto Eleven, de Johannes.

Veja os 60 Maiores Momentos da História do Rock and Roll.

Lanegan, por sua vez, é outra corda que amarra o supergrupo: Coats e Johannes, ambos, apareceram no disco Bubblegum (2004), de Lanegan, com Johannes tendo grande importância em outro disco do ex-Screaming Trees: Blues Funeral (2012). Shepherd também tocou em um disco de Lanegan, Field Songs (2001), cuidando de vários instrumentos na faixa “Blues for D”.

Ainda, Lanegan e Johannes são também grandes colaboradores do Queens of the Stone Age de Josh Homme. Eles também – assim como Shepherd – participaram de The Desert Sessions, de Homme.