Conheça o Tony Montana, traficante e assassino de Scarface que ‘estava’ no esconderijo de Queiroz

Personagem fazia parte da decoração da casa onde o ex-assessor de Flávio Bolsonaro foi encontrado

Redação Publicado em 19/06/2020, às 09h30

None
Cartaz 'AI-5' e bonecos de Tony Montana (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, foi preso no interior de São Paulo nesta quinta, 18. Investigado por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa, Queiroz foi encontrado em um imóvel de Frederick Wassef, advogado de Flávio, e a decoração da casa chamou atenção pela presença de diversos bonecos de Tony Montana, personagem de Scarface.

A descoberta gerou grande curiosa ao redor do protagonista do clássico de 1983, dirigido por Brian de Palma. O filme, criticado pela violência quando chegou ao cinema, conquistou um lugar na cultura pop e é considerado um longa “épico de gangster, ultra-violento e com frases marcantes” com “drama moral”, de acordo com consenso da crítica publicado no Rotten Tomatoes.

+++ LEIA MAIS: Receitas icônicas de filmes para tentar durante a quarentena: Cannoli do Poderoso Chefão, Ratatouille e mais:

Personagem icônico

Antonio Raimundo Montana, conhecido pelo apelido de Tony Montana, é um refugiado cubano em Miami, nos Estados Unidos, fugitivo do regime comunista de Fidel Castro. Marcado com uma tatuagem dos tempos de prisão, Montana não recebe um visto ao chegar nos EUA, e a vida no novo país começa com dificuldades. Depois de um mês em um campo de refugiados, o assassino recebe a oferta de Frank Lopez, cabeça de um cartel de drogas em Miami - o visto para residência permanente nos Estados Unidos em troca do assassinato de um oficial do governo cubano.

Com as relações com traficantes, Montana se torna rapidamente o chefe do tráfico na cidade de Miami e continua na escalada do poder até ocupar o posto de maior traficante da Flórida, com controle de quase toda cocaína que circula na região.

+++ LEIA MAIS: Al Pacino escolhe o herói favorito dos quadrinhos - e a resposta é, no mínimo, inesperada

Al Pacino

Tony Montana é considerado um dos personagens mais emblemáticos da carreira de Al Pacino. Como lembra o UOL, a primeira escolha do diretor seria Robert De Niro, mas o astro desistiu e Pacino insistiu no papel.

Entre outros sucessos da carreira, estão filmes como O Poderoso Chefão (1972), Um Dia de Cão (1975), Perfume de Mulher (1992) e Donnie Brasco (1997).


+++ A PLAYLIST DO RUBEL