A constante busca pelo florescer: Teco Martins louva primavera e memórias no clipe de Amoreiras-Ipê

A faixa está presente no álbum Solar, lançado em março deste ano

Igor Brunaldi Publicado em 25/10/2018, às 09h59

None

Nesta quinta, 25, dia em que o céu noturno recebe toda a imponência da lua cheia, Teco Martins lançou o clipe da faixa Amoreiras-Ipê.

O vídeo, produzido e dirigido por Padre, aborda como pilares de criação os conceitos de memória e primavera, intercalando e costurando em uma colagem áudio-visual imagens de viagens gravadas há 10 anos e registros atuais, colocando como personagens principais a flora, o próprio músico e também a coreografia executada por Marina Zapparoli.

Refletindo sobre o lançamento, Teco contou que o trabalho não poderia ter sido feito por algúem melhor, afirmando que "Padre é, literalmente, meu irmão mesmo, dessa e de outras vidas, uma das pessoas que mais me conhece no mundo".

A estética e a atmosfera criadas no clipe refletem de forma precisa toda a sensibilidade e todas as sensações que o disco Solar (2018) busca instigar àqueles que estiverem dispostos a flutuar pelas nove faixas que o compõe. "Amoreiras-Ipê fala sobre primavera, sobre renascimento, sobre Oxum, sobre a Flora, e é cheia de timbres e texturas; de uma forma bem poética e misteriosa, creio que o Padre conseguiu colocar todos os elementos da canção em um clipe, sem defini-la nem limitá-la", explicou.

O bucolismo sempre se mostrou presente em suas composições. Seja de forma mais sutil e camuflada por guitarras distorcidas — como nas letras do álbum Seiva (2011) do Rancore, ou de forma explícita e adoradora — como é possível ver em seus lançamentos recentes como artista solo, a importância da natureza e da relação do ser humano com ela rodeia e envolve toda a trajetória percorrida pelo músico.
E que essa troca harmoniosa e esse florescimento musical continuem.

Assista ao clipe de Amoreiras-Ipê abaixo.