Conversas com Billy Wilder tem sessão única nesta sexta-feira

Documentário sobre cineasta será exibido apenas uma vez no É Tudo Verdade

Da redação Publicado em 27/03/2008, às 17h25 - Atualizado em 28/03/2008, às 09h36

O cineasta austríaco Billy Wilder é personagem de Volker Scholöndorff em Conversas de Billy Wilder
Divulgação

Em 1988, o documentarista Volker Schlöndorff pediu uma entrevista ao cineasta e amigo Billy Wilder para a montagem de um documentário. Wilder aceitou, mas pediu que o filme só fosse lançado quando ele morresse. E em 2006, quatro anos após o falecimento do autor de Quanto mais Quente Melhor, Conversas com Billy Wilder foi lançado.

O filme chega ao É Tudo Verdade 2008 para apenas uma sessão, nesta sexta-feira, às 13h. É a única chance do público paulistano de saber como Wilder encarava sua obra, de como lembrava da vitória do Oscar por O Crepúsculo dos Deuses, e sobre suas musas Marlene Dietrich e Marylin Monroe. Em 71 min, o entrevistado fala de praticamente toda sua carreira, que durou mais de 50 anos. A entrada é franca.

Saiba mais sobre o festival em texto destacado abaixo.

Conversas com Billy Wilder

Cinesesc - 28/03 - 13h

Rua Augusta, 2075 - Jardins, SP - Informações: (11) 3087-0500