Cordel do Fogo Encantado chega ao fim

Após a saída do vocalista, banda pernambucana divulga o término de suas atividades

Da redação Publicado em 24/02/2010, às 18h47

Após Lirinha (José Paes de Lira), o vocalista do Cordel do Fogo Encantado, ter anunciado sua saída, a banda pernambucana decidiu encerrar suas atividades. A notícia foi divulgada por meio de um comunicado oficial, escrito pelo produtor Antonio Gutierrez, publicado no site do grupo nesta quarta, 24.

De acordo com o texto, a saída do vocalista "implica na impossibilidade de continuidade do grupo", levando ao fim do Cordel e à suspensão das apresentações ao vivo e da realização de um novo álbum. No entanto, ainda será lançado um registro do show realizado na praça do Marco Zero, em Recife, no dia 14 de fevereiro. Além disso, os agora ex-integrantes pretendem lançar um material de arquivo, que reúne trabalhos feitos durantes os 11 anos de existência da banda.

No dia 1 de fevereiro, Lirinha escreveu um comunicado informando sua saída do Cordel. "Revelo, por respeito aos que me acompanham, a minha vital necessidade de trilhar novos caminhos", justificou. "O grupo, que é independente desde a sua origem, com integrantes do sertão de Pernambuco (Arcoverde) e do Morro da Conceição (Recife), se tornou uma das bandas mais ativas do cenário de shows da música brasileira. É com muita dificuldade que redijo essa informação, devido ao imenso amor que eu sinto pelo público e pelos meus companheiros/guerreiros do projeto."

Em mais de uma década de carreira, a banda lançou três álbuns: Cordel do Fogo Encantado, de 2001, O Palhaço do Circo Sem Futuro, de 2002, e Transfiguração, de 2006.