Corey Taylor mostra como fã se emocionou ao ver a nova máscara dele

Um usuário do Reddit publicou o relato de como um incêndio e queimaduras faciais o levaram a usar uma máscara muito parecida com a do vocalista na nova fase do Slipknot

Redação Publicado em 14/06/2019, às 09h22

None
Nova máscara do Corey Taylor, vocalista do Slipknot (Foto:Reprodução)

A comunidade de seguidores do Slipknot está bem dividida em relação à máscara de Corey Taylor nessa nova fase da banda. Há quem ame e há quem odeie. Mas muito além disso, agora há inclusive quem se sinta representado por ela.

 O vocalista compartilhou nas redes sociais o relato de um fã que sofreu queimaduras graves no rosto após um incêndio e, por mais de dois anos, precisou usar uma máscara (indicada pelos médicos ao tratamento nessas situações) quase idêntica à adotada pelo músico: "Pode não ser o que muitos esperavam, mas para mim, representa uma imagem impactante de mudança de caráter e reforma". 

+++Slipknot faz o primeiro show em três anos; veja como foi

"Quando eu tinha 5 anos, sofri queimaduras de 3º grau na cabeça e no rosto por causa de um incêndio em casa", relatou o usuário do RedditCplUrbz. "E quando você passa por isso, precisa usar uma máscara facial transparente para comprimir o enxerto, prevenir o inchaço e reduzir o tecido da pele."

"Não preciso nem dizer que não era uma coisa muito bonita de se ver", afirmou. E continuou contando os horrores de vestir esse item médico essencial para a sua recuperação, mas extremamente doloroso:

"As alças pareciam se enterrar na minha cabeça, era desconfortável na região do meu nariz e, na maior parte do tempo, eu sentia dor. [...] Mas eu precisava lidar com tudo isso se quisesse ser menos feio quando me recuperasse, ao mesmo tempo que precisava lidar com muita merda que ouvia por ter aquela aparência."

E o fã conta também que, devido a toda sua experiência traumática, ficou emocionado quando assistiu ao clipe de "Unsainted", no qual o Slipknot revelou as novas máscaras.

Para ele, ela representa "a quebra de uma pessoa e os passos necessários para se recuperar. Aquela máscara, a minha máscara, me tornou uma pessoa mais forte do que eu teria sido se nunca a tivesse colocado".

O vocalista, ao compartilhar a história, escreveu em um tuíte que We Are Not Your Kind, próximo disco da banda, "é realmente sobre superar a dor e renascer. E a máscara é também um reflexo disso tudo."

Leia o depoimento completo aqui.

Recentemente, Taylor deixou claro que toda essa discussão e desconforto que o novo figurino tem causado faz com que ele se sinta satisfeito, e só mostra que conseguiu causar o que queria ao idealizar a máscara

+++Rocketman, Bohemian Rhapsody e mais: as maiores cinebiografias de todos os tempos