Courtney Love confessa sofrer um bloqueio e não consegue terminar de escrever o livro sobre a vida dela

A autobiografia The Girl With the Most Cake deveria chegar às livrarias em dezembro de 2013, mas sequer foi finalizada

Rolling Stone EUA Publicado em 01/09/2014, às 10h49 - Atualizado às 12h47

Galeria - roqueiros fashionistas - Courtney Love
Reprodução

Como muitos autores, Courtney Love também é vitima de bloqueios. Por um ano, a vocalista do Hole vem escrevendo uma autobiografia com Anthony Bozza, jornalista da Rolling Stone EUA. The Girl With the Most Cake deveria chegar às livrarias em dezembro de 2013, uma data que depois foi adiada para o início deste ano.

Nirvana: os bastidores e detalhes da reunião.

Já estamos em setembro e o livro ainda não tem previsão de lançamento. A cantora contou à revista Paper que é bom as pessoas não esperarem que a obra chegue tão cedo. Aparentemente, nem todo mundo consegue escrever 460 páginas de uma autobiografia tão rápido e facilmente quanto Morrissey.

Os 20 anos da morte de Kurt Cobain.

“É um desastre. Um pesadelo!”, disse Love. “Eu nunca quis escrever um livro sobre a minha vida inteira. Isso meio que aconteceu. Eu tenho um ajudante, mas simplesmente não está funcionando.

Love havia dito à Rolling Stone que o livro percorreria a vida dela até 2008, mas ela já tirou alguns outros anos da conta. “Acontece que o que rolou depois de 2006 é assunto meu. Eu tenho sido discreta sobre aquele período desde então – e quero manter desta maneira.”

Os Últimos Dias de Kurt Cobain.

Quando ela falou pela primeira vez sobre a autobiografia, em junho de 2013, a viúva de Kurt Cobain tinha altas esperanças e citava livros como Apenas Garotos, de Patti Smith, como uma das influências – mas não o livro Vida, de Keith Richards, por ser “muito longo, nunca terminei de lê-lo”.

In Utero, último disco do Nirvana, nasceu no Brasil.

Se a obra finalmente chegar a ser lançada, ela promete que irá focar na batalha travada por contra o vício em drogas, o trágico romance com Kurt Cobain, os relacionamentos dela com Billy Corgan e Trent Reznor, além dos anos dela como stripper.