Courtney Love diz que será estranho reencontrar antigos integrantes do Nirvana no Hall da Fama do Rock

Banda de Kurt Cobain irá ingressar no museu em cerimônia que acontecerá em Nova York, no dia 10 de abril

Redação Publicado em 12/02/2014, às 14h14 - Atualizado às 15h08

Nirvana na capa da edição de agosto da Rolling Stone Brasil

A cerimônia de entrada no Hall da Fama do Rock and Roll costuma fazer estranhos encontros, com integrantes de bandas (e seus respectivos acompanhantes) colocando de lado as suas diferenças (ou não) por uma noite para celebrar as conquistas e legado dos homenageados.

Na capa de agosto: In Utero, último disco do Nirvana, nasceu no Brasil.

Quando o Access Hollywood perguntou a Courtney Love sobre a sua antiga animosidade com Dave Grohl, antigo baterista do Nirvana, ela respondeu assim: “Nós vamos ao Hall da Fama do Rock e eu acho que estaremos sentados na mesma mesa”.

Entrevista: Dave Grohl relembra a última vez que falou com Kurt Cobain.

A roqueira ainda afirmou que, por mais que seja esquisito, ela irá cumprimentá-lo, apesar dos dois terem trocado palavras pouco amistosas ao longo dos anos pelos direitos e pelo uso das músicas do Nirvana. Fora isso, em 2012 ela chegou a afirmar no Twitter que Grohl teria assediado Frances Bean, 21 anos, filha dela com Cobain. Depois, pediu desculpas pela declaração.

Dez shows de despedida que gostaríamos de ter visto, como o do Nirvana.

Na entrevista, Courtney também falou sobre o novo programa dela, um reality show exibido no YouTube, sobre a luta para se manter sóbria e o relacionamento com Frances Bean.

Por dentro do relançamento repleto de raridades de In Utero.

Questionada sobre quem ou o que ela culpa pelas brigas com a filha no passado, ela respondeu imediatamente: “Ela tem um fundo de garantia. E fundos de garantia atraem advogados. E advogados atraem problemas. Esta é a realidade”.

Assista à entrevista completa abaixo: