Courtney Love nega musical sobre a vida de Kurt Cobain

“Algumas coisas devem ficar como estão”, diz a viúva do líder do Nirvana

redação Publicado em 05/11/2012, às 11h59 - Atualizado às 12h23

Courtney Love
AP

Courtney Love desmentiu a notícia divulgada em outubro de que ela teria dado o aval para a produção de um musical da Broadway centrado na imagem de Kurt Cobain, líder do Nirvana e ex-marido dela, morto aos 1994, aos 27 anos.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

A cantora e viúva negou que exista a possibilidade da criação da peça, como havia sido divulgado pelo site Music-News. Na ocasião, foi publicada uma matéria informando que o empresário Sam Lufti (que recentemente perdeu na justiça uma batalha contra Britney Spears) estaria trabalhando com essa possibilidade com o aval da própria Courtney.

Em entrevista ao The Observer, neste domingo, 4, Courtney foi direta: “Não haverá musical”, disse. “Algumas coisas devem ficar como estão”, completou.

A viúva e vocalista da banda Hole diz que é contra a exploração comercial do legado deixado por Cobain. “Eu disse sim uma vez”, contou a controversa Courtney. “Foi para Baz Luhrmann, para que ele pudesse usar oito segundos de ‘Smells Like Teen Spirit’ em Moulin Rouge. Mas ele não tinha permissão em usar em marketing”, disse a cantora, que passou a usar o primeiro nome do diretor como substituto para o verbo “enganar”.

Em outro momento, Courtney afirmou que chegou a pensar em acionar a justiça contra a Dyisney pelo uso de “Smell Like...” no filme Muppets, lançado no ano passado, mas foi convencida a desistir da ação pelo seu empresário.

Na cena, os fantoches fazem a barba do ator e comediante Jack Black cantando um trecho da canção. “Que porra foi aquela?”, disse. “Eu até gosto do Elmo e acho que o Cookie Monster é interessante, mas eu o conheço [Kurt] e sei que ele não gostaria de ser um Muppet. Foi uma desgraça. Urinaram na cova dele”, completou a desbocada viúva.

Veja a cena aqui: