Saiba mais sobre Outcast, HQ sobre exorcismo do criador de The Walking Dead

A primeira edição do quadrinho de terror será lançado em 2014 e a obra já está sendo adaptada para a televisão

Rolling Stone EUA Publicado em 15/12/2013, às 15h41

Robert Kirkman
Paul A. Hebert / AP

Porque os zumbis comedores de gente de The Walking Dead não eram assustadores o suficiente, o criador da série, Robert Kirkman, está desenvolvendo um novo drama televisivo baseado no seu próximo quadrinho sobre exorcismo, Outcast.

De acordo com o que foi publicado no site da revista The Hollywood Reporter, tanto o quadrinho (que será lançado em 2014) quanto a série do canal Cinemax vão focar em um personagem chamado Kyle Barnes, que tem sofrido possessões desde a infância. Já adulto, ele entra em uma jornada espiritual para encontrar respostas e descobrir um segredo possivelmente apocalíptico.

Além de assinar a produção executiva, ao lado de David Alpert, de The Walking Dead, Kirkman vai ser o responsável por escrever o piloto – esta será a primeira experiência dele como roteirista televisivo.

“Apesar do sucesso de The Walking Dead, Outcast é apenas minha segunda vez no gênero terror” disse Kirkman. “Acho que Kyle Barnes é tão convincente quanto Rick Grimes e possessão demoníaca é bem mais assustadora que zumbis, estão vai ser divertido.”

Sharon Tal Yguado, vice-presidente executiva do projeto original e programadora da Fox International Channels, diz que a série será “diferente de tudo na televisão”, e que tem “o potencial para se tornar outro fenômeno global”, como The Walking Dead.

“Na FIC, temos um compromisso com a criatividade, inovação televisiva com escritores conceituados como Robert Kirkman, “ela diz. “Estamos tão entusiasmados com a nossa parceria com a Cinemax quanto com esse projeto único.”

Junto a The Walking Dead e Outcast, Kirkman está trabalhando em outras duas adaptações de quadrinhos. Uma é mais uma série baseada em The Walking Dead (que poderá ser uma prequel) com a AMC, prevista para 2015; a outra é Thief of Thieves, e o projeto ainda não encontrou nenhum canal.

Recentemente, Kirkman deu uma entrevista à Rolling Stone EUA, na qual discutiu o passado e futuro de The Walking Dead.

“Estou com 34 anos”, ele disse. “Quando tiver chegado aos 65, terá ido bem longe. Se eu não me entediar e as pessoas continuarem envolvidas na história, eu posso lançar mil edições de The Walking Dead. Será possível, então, contar uma história que passa pelo colapso da civilização, segue para os anos sombrios e para o renascimento da civilização, onde tudo é completamente diferente. Pode haver uma edição 700 de The Walking Dead que seja sobre as pessoas entregando correspondência (leia aqui a entrevista)."