De Zodíaco a 12 anos de Escravidão: 6 filmes inacreditáveis baseados em histórias reais [LISTA]

Os longas a seguir possuem histórias inimagináveis de serem vividas realmente - mas foram; confira a lista

Camilla Millan Publicado em 08/12/2019, às 16h00 - Atualizado em 09/12/2021, às 08h00

None
À Procura da Felicidade e 12 Anos de Escravidão (Foto: reprodução)

Em 2019, o filme Sempre ao Seu Lado (2009) completou dez anos de lançamento. O longa conta a história de Hachi, um cachorro adotado por um professor universitário, e extremamente leal ao seu tutor, que o acompanha diariamente até a estação de trem e espera a sua volta — até ela não mais acontecer. Dramática, a produção emocionou diversos espectadores, e o motivo de ser baseada em fatos pesa ainda mais na receptividade do público.

No entanto, são muitos os longas baseados em fatos reais, diversos com histórias ainda mais impressionantes que a de Sempre ao Seu Lado. Grandes produções, como o drama estrelado por Will Smith, À Procura da Felicidade (2006), assim como o filme policial Zodíaco, interpretado por Jake Gyllenhaal, Robert Downey Jr. e Mark Ruffalo são inspirados em histórias reais.

+++LEIA MAIS:Todos os filmes de Harry Potter, classificados do pior para o melhor [LISTA]

O fato de muitos desses longas terem narrativas extraordinárias podem fazer com que o público desconheça a veracidade dos acontecimentos. Sendo assim, a Rolling Stone Brasil separou seis filmes com histórias impressionantes baseados em fatos; confira:


À Procura da Felicidade (2006)

O emocionante drama dirigido por Gabriele Muccino e protagonizado por Will Smith e seu filho Jaden Smith conta a história de Chris Gardner, um homem que se viu sem dinheiro e com um filho de cinco anos tendo que competir por vagas em abrigos e inclusive dormindo em um banheiro público. 

+++LEIA MAIS: Diretor de Independence Day 2 culpa Will Smith por fracasso do filme; entenda

Gardner dá a volta por cima, consegue um estágio não remunerado em uma corretora de ações após ser abandonado pela esposa, preso e ainda passar por uma prova extremamente difícil. 

Para conseguir vaga no abrigo e buscar seu filho na creche, o personagem precisa trabalhar durante um menor período de tempo que seus concorrentes. Para isso, ele desenvolve maneiras de fazer chamadas telefônicas mais eficientes, concluindo seu estágio, ganhando a cobiçada posição de tempo integral e, posteriormente (parte apresentada aos telespectadores no epílogo do longa) passou a formar sua própria corretora multimilionária.

+++LEIA MAIS: Will Smith e Tommy Lee Jones devem retornar para Homens de Preto 5, diz site

O dramático filme baseado em fatos reais foi lançado, no Brasil, em 2 de fevereiro de 2007. O longa foi indicado ao Oscar, além de Smith ter sido indicado ao prêmio na categoria de Melhor Ator. 


Zodíaco (2007)

Lançado em 2007 e dirigido por David Fincher, foi baseado no livro de Robert GraysmithZodíaco é um filme policial de suspense que fala sobre o assassino em série conhecido por Zodíaco que foi responsabilizado por diversos crimes em torno da Baía de São Francisco entre 1960 e 1970.

+++LEIA MAIS: Astro de Vingadores, Mark Ruffalo critica Bolsonaro após acusações contra Leonardo DiCaprio

Para a realização do filme, o roteirista James Vanderbilt e o produtor Brad Fischer passaram por 18 meses de investigações sobre os assassinatos do Zodíaco. 

Contemplando diversos assassinatos e a ligação do assassino - ou de alguém que resolveu se passar por ele - com a polícia por meio de cartas e ligações telefônicas, o filme estrelado por Mark Ruffalo, Jake GyllenhaalRobert Downey Jr. apresenta como o caso, um dos mais famosos dos Estados Unidos, não foi solucionado.

+++ LEIA MAIS: Robert Downey Jr. mudou o desfecho do Homem de Ferro em Vingadores: Ultimato; entenda

Apesar do homem chamado Allen ter sido relacionado aos crimes devido a alguns indícios, a caligrafia e impressões digitais não apontaram relação entre o homem e os crimes. Antes de realizarem mais interrogatórios e testes, Allen morreu e o caso continuou em aberto.


O Exorcismo de Emily Rose (2005)

Lançado nos Estados Unidos em 2005, O Exorcismo de Emily Rose é um filme de terror, drama e suspense dirigido por Scott Derrickson. Apesar da história terrível, o longa é baseado em fatos reais, nos acontecimentos vividos por Anneliese Michel em 1976, na Alemanha.

+++LEIA MAIS: Kill Bill, Rambo e Pulp Fiction: os 7 filmes mais sangrentos já produzidos [LISTA]

Anneliese Michel, no filme Emily Rose, era de família católica e, conforme crescia, foi diagnosticada com epilepsia e depressão, além de graves distúrbios psiquiátricos. No entanto, Rose acreditava que havia sido possuída por diversos demônios devido às vozes que escutava e devido ao seu comportamento.

Com o tratamento psiquiátrico e os medicamentos ineficazes, Rose e seus pais deixaram de consultar profissionais da saúde e procuraram membros da igreja para realizarem exorcismos. Após 77 sessões de exorcismo e a recusa à alimentação, Rose morreu de desnutrição e desidratação.

+++ LEIA MAIS: Zendaya além de Homem-Aranha: As 3 piores e as 3 melhores produções da atriz [LISTA]

No entanto, após a morte de Rose, as autoridades locais passaram a investigar o caso. Os padres que realizaram o exorcismo, assim como os pais de Rose foram condenados por homicídio negligente - aspecto mostrado no filme. O caso foi tão famoso que dividiu a opinião pública mundial, assim como levou a estudos teológicos e científicos, além da produção do próprio longa.


12 Anos de Escravidão (2013)

Lançado no Brasil em 2014, o filme é a terceira produção baseada na autobiografia de 1853 de Solomon Northup, um violinista negro - na época livre- nascido no Estado de Nova Iorque que foi sequestrado em Washington, D.C. em 1841, e vendido como escravo. 

+++LEIA MAIS:Racismo tirou a vontade de Idris Elba em ser James Bond nos cinemas: "Não preciso disso"

Solomon Northup (Chiwetel Ejiofor) é iludido por uma falsa oportunidade de emprego em Washington, DC, no entanto, ao chegar lá é embriagado e acorda em uma senzala de propriedade de James Burch. Neste momento ele está prestes a entrar para o mercado de escravos da época. 

Northup passou por tortura, agressões, abusos e traições para ao final de 12 anos ser libertado e voltar para sua família. No entanto, como é apresentado nos créditos finais do longa, Northup e seu advogado não conseguem processar Brown, Hamilton e Burch - seus sequestradores e responsáveis por ter sido escravizado.  

+++ LEIA MAIS: Homem-Aranha 3: Benedict Cumberbatch não leu todo o roteiro do filme; entenda

O drama histórico emocionante contou com a ajuda de Henry Louis Gates Jr, estudioso de cultura e história afro-americana, assim como do pesquisador David Fiske. O longa foi indicado a 9 categorias do Oscae, em 2014, e levou os prêmios de Melhor Filme, Melhor Atriz Coadjuvante (Lupita Nyong'o) e Melhor Roteiro Adaptado.


127 Horas (2011)

O drama biográfico 127 horas, produzido por Danny Boyle e lançado no Brasil em 2011 conta a história surpreendente de Aron Ralston. Ralston é um alpinista norte-americano que resolve fazer trilhas no Parque Nacional do Grand Canyon e acaba ficando preso no Blue John Canyon.

+++LEIA MAIS:Zeroville: filme perdido de James Franco ganha trailer e data de estreia

No longa, Ralston(James Franco) tenta atravessar uma passagem estreita enquanto descia o Blue John Canyon. No entanto, uma pedra solta faz o alpinista cair ao fundo do cânion e ter seu braço preso pela pedra. 

Ralston passa cinco dias agonizantes, preso à parede do cânion enquanto grava tudo com sua câmera de vídeo. Ele tenta - sem sucesso - desgastar a pedra, tem que beber a própria urina e começa a ter devaneios sobre experiências passadas. 

+++ LEIA MAIS: Homem-Aranha: Qual ator recebeu menos para viver o herói nos cinemas?

Ele também tem a ideia de cortar seu braço para livrar-se da pedra. Depois de dias, consegue cortar o membro com uma faca e sair do local. Ele caminha vários quilômetros até achar uma família e conseguir ser resgatado de helicóptero.


Intocáveis (2011)

Lançado em agosto de 2012 no Brasil, Intocáveis é um drama, comédia e cinebiografia. O longa, baseado no livro autobiográfico de Philippe Pozzo di Borgo (interpretado por François Cluzet), um tetraplégico multimilionário que desenvolve uma amizade com um auxiliar de enfermagem senegalês. 

+++LEIA MAIS: Tom Holland comenta nova trilogia de Homem-Aranha: 'Temos coisas muito emocionantes'

No filme, o senegalês é contratado mesmo sem qualificações para ser auxiliar de enfermagem. No entanto, os dois personagens se aproximam e desenvolvem uma grande amizade.

O longa foi mais visto na França em 2017, além de ser considerado o filme francês mais rentável da história. Além disso, US$ 650 mil - dinheiro arrecadado com a venda dos direitos autorais de adaptação às telonas - foi doado a uma associação de ajuda a deficientes físicos.

+++ LEIA MAIS: Homem-Aranha 3 terá ‘estilo de luta nunca visto,’ garante Tom Holland