Criolo projeta bairro do Grajaú daqui 30 anos no clipe das músicas “Duas de Cinco” e “Cóccix-ência”

Dirigido por Denis Cisma, curta-metragem mostra, com pessimismo, jovens violentos e envolvidos com drogas no ano de 2044

Redação Publicado em 19/03/2014, às 15h51 - Atualizado às 21h21

Criolo
Divulgação

As músicas “Duas de Cinco” e “Cóccix-ência”, lançadas em outubro de 2013 por Criolo, ganharam um videoclipe conjunto: um curta-metragem com mais de nove minutos situado no bairro do Grajaú (no sul de São Paulo) no ano de 2044. Dirigido por Denis Cisma – conhecido por trabalhos publicitários –, o vídeo apresenta uma visão pessimista do bairro de Criolo daqui 30 anos, como disse o cantor no "Hangout" de lançamento do clipe: “o que vai ser do bairro em que eu cresci, que me ensinou tudo, me deu tudo, daqui 30 anos, com esse abandono total?”.

Tom Zé, Criolo e outros artistas se apresentam na primeira edição do Coala Festival.

O curta com impressoras 3D, gadgets, drogas químicas e aparelhos tecnológicos futuristas foi feito com base em colaborações, uma vez que toda equipe trabalhou de graça na produção. Além disso, os atores eram, em sua maioria, estreantes no ofício. Segundo comunicado, essa era a única maneira de fazer o projeto – considerado audacioso pelos criadores – acontecer, já que Criolo é um artista independente. Assista abaixo ao vídeo:

A visão predominantemente pessimista apresentada no vídeo casa com os versos das canções de Criolo - como este, de “Cóccix-ência”: “O zumbi que ri/ Tá na tua sala te esperando pra janta/E você é a janta”. Como disse Cisma, no hangout de lançamento, “o que ele [Criolo] me sugeriu como conceito do clipe foi: ‘eu quero que ou as pessoas chorem ou as pessoas vomitem’”.

O cantor justificou a escolha de a representação das músicas ser focada no futuro: “As pessoas querem jogar uma bomba na favela e acabar com tudo, mas tem futuro para a gente também”. Veja abaixo o hangout em que os criadores comentam o curta: