Crítica detona Resgate, novo filme da Netflix com Chris Hemsworth

A produção será lançada no serviço de streaming nesta sexta, 24

Redação Publicado em 23/04/2020, às 19h47

None
Chris Hemsworth (Foto: Reprodução)

Chris Hemsworth vive o Thor no Universo Cinematográfico Marvel (MCU) que também integra o grupo de super-heróis Vingadores. O sucesso do ator é tanto que a Netflix o convidou para protagonizar o novo filme Resgate, na tentativa de emplacar uma nova franquia no serviço de streaming.

+++LEIA MAIS: Chris Hemsworth, o Thor, compara filme da Netflix com Vingadores: 'Nunca vi tanta ação antes'

Escrito por Joe Russo, co-diretor da produção da Marvel, e dirigido por Sam Hargrave, também colega de Russo nos mesmos projetos, o filme baseado em quadrinhos, apresentaChris Hemsworth como Tyler Rake, um mercenário com questões emocionais que é enviado para a Índia para resgatar o filho de um homem do crime que está preso. 

O filme chega nesta sexta, 24, na plataforma, mas os críticos já assistiram à produção e aparentemente não gostaram tanto assim e fizeram comentários negativos. No entanto, deixaram a mensagem para que o público também veja o longa para tirar as próprias conclusões, como observa o Observatório de Cinema.

+++ LEIA MAIS: Chris Hemsworth inventou detalhes falsos sobre Vingadores: Ultimato para despistar spoilers

Segundo o Cinema Blend: "A ação de Resgateé incansável, polida, tem inspiração, é forte e crua. Mesmo que a história não te prenda, vale ver Resgate para se entreter com uma das cenas mais dolorosas do momento. Hemsworth administra levar socos e dar muitos socos. É uma barreira imparável de agonia física."

Para a Variety, Resgatetenta ter sequências impressionantes, mas o final não foi bem-sucedido: "Hargrave e Hemsworth tentam improvisar para alcançar o objetivo. Eles não conseguem, mas a tentativa impressiona da mesma forma, ao mesmo tempo que a câmera faz truques impossíveis para continuar na perseguição em alta velocidade."

+++ LEIA MAIS: 3 filmes que Chris Hemsworth fez antes de ser o Thor

Já de acordo com o Screen Crush: "A trama parece como sobras reaquecidas de outros tantos filmes sobre guerreiros sombrios buscando redenção e o humor oscila de forma desajeitada sobre um conto de aviso sobre o perigo do mercado do tráfico e os filmes de ação cheios de cenas ‘legais'."

Por fim, o The Wrap pontua que o filme é cansativo: "Duas horas disso é muito, mesmo com as poucas paradas para desenvolvimento de personagem. Por melhor que Hargrave seja armando e gravando ação, você chega em um ponto de reduzir a atenção em um filme construído por lutas e armas automáticas."

+++ LEIA MAIS: Chris Hemsworth ficou chateado quando descobriu que o Capitão América podia levantar o martelo do Thor

Assista ao trailer:


+++ SESSION RS: SCALENE TOCA ASSOMBRA