Pulse

Crítica diz que filme do Motley Crue diminui as mulheres e irritação de Tommy Lee só confirma isso

Tommy disse em seu perfil oficial do twitter que a autora é uma ''garotinha'' e que sua opinião sobre o filme é ridícula

Redação Publicado em 28/03/2019, às 12h00

None
Motley Crue (Foto: Richard Shotwellin / Vision AP)

O baterista, Tommy Lee, da banda Motley Crue, criticou uma jornalista da revista americana Esquire, por causa de sua resenha sobre a cinebiografia da banda.

Em sua resenha de The Dirt, que estreou na última sexta, 22, na Netflix, Madison Vain disse que o filme é humilhante para as mulheres.

Ela também acrescenta que "o filme não inspira você a torcer por ninguém, e não faz você odiar ninguém. Você não sente que eles têm sorte de estarem vivos - até mesmo o baixista, Nikki Sixx, que chegou a morrer overdose em 1987 e foi reanimado com uma injeção de adrenalina direto no peito.''

+++ Ozzy Osbourne realmente bebeu a própria urina, como mostrado no filme do Motley Crue? 

Um dia após da publicação, Lee trouxe a discussão para o twitter escrevendo para ela: ''Sua análise na Esquire de The Dirt foi ridícula. Jeff e o elenco arrasaram, isso é sobre as nossas vidas, você sabia? Além do que, você tem 30 anos ou algo assim? Garotinha, você não sabe de nada sobre a vida. Obrigada por tentar.''

Vain está longe de ser a única crítica a falar sobre The Dirt. O Indiewire, site de opinião sobre a indústria cinematográfica, disse que o filme é "maravilhosamente ruim", e que "parece que poderia ter sido feito sobre qualquer outras milhões de bandas". O Los Angeles Times pontuou como um filme "desinteressante e misógino como os membros da banda e o livro que escreveram com o autor Neil Strauss''. O The New York Times, The Atlantic e Deadline também incluíram comentários negativos a respeito do longa.

+++Homem processa Netflix e Motley Crue após perder a perna no set de The Dirt

The Dirt tem 42% de pontuação crítica de 50 comentários no Rotten Tomatoes, plataforma de resenhas online que permite que os críticos e o público avaliem os filmes. No mesmo site, o filme tem uma pontuação de público de 85% de 841 avaliações.

A cinebiografia é estrelada por Iwan Rheon, Machine Gun Kelly, Douglas Booth e Daniel Webber e é baseada na biografia homônima do Montley Crue lançada em 2001.

Algoritmo da Vida: novo projeto da Rolling Stone Brasil busca sintomas de depressão mas redes sociais para prevenção do suicídio: