Pulse

Da Amazon à Netflix: 6 séries de comédia romântica para quem adora histórias de amor

Nos últimos anos, o mundo das comédias românticas ganhou produções excelentes que fogem do clichê da ‘história de amor perfeita’

Julia Harumi Morita Publicado em 01/12/2019, às 12h00

None
Insecure, Fleabag e Love (Arte: Julia Harumi Morita)

Em um dia frio e chuvoso ou em dia ensolarado e tranquilo, maratonar séries românticas é sempre uma boa opção para quem gosta de mergulhar em histórias de amor e dar boas risadas das desaventuras da vida. 

E o mundo das comédias românticas está recheado de novas produções que fogem do clichê do romance perfeito com um final feliz e investem cada vez mais em personagens autênticos e profundos que, como a vida real, às vezes nos fazem rir e às vezes chorar.

Separei, então, 6 séries com narrativas perfeitas para inspirar ou consolar o espectador, que estão disponíveis em diferentes plataformas de streaming e são fáceis de maratonar. Confira:

Chewing Gum

Aos 24 anos, Tracey Gordon não quer mais seguir os rigorosos valores religiosos com os quais foi criada e decide que o primeiro passo para a liberdade é perder a virgindade. A série escrita e protagonizada por Michaela Coel é uma comédia cativante e rápida de assistir, com apenas duas temporadas de seis episódios, que variam de 22 a 24 minutos de duração. Chewing Gum está disponível na Netflix.


FleaBag 

Baseado na peça homônima da protagonista da série, Phoebe Waller-Bridge, Fleabag conta uma história que não é difícil de se encontrar na vida real: uma mulher independente que lida com os problemas de família, as frustrações sexuais e, de forma geral, os eventos da vida adulta que muitas vezes não tem um final feliz. A série é uma tragicomédia de duas temporadas fechadas, com seis episódios cada, e está disponível na plataforma de streaming da Amazon.


Insecure

Com três temporadas e episódios de, em média, 30 minutos, Insecure é um retrato dos conflitos e absurdos de ser uma jovem negra que enfrenta uma cidade grande, segundo o The New Yorker. Por meio da série, nós acompanhamos a vida de Issa, amizade dela com a melhor amiga Molly e os amores malsucedidos. A série está disponível nas plataformas da HBO.


Love

A primeira impressão que temos sobre Love é de uma típica história de amor do tipo “os opostos se atraem”, mas ela é muito mais do que isso. O romance de Gus e Mickey está longe de ser um clichê e explora com profundidade as particularidades de cada personagem. A série nos mostra que relação duradoura é resultado do esforço e do sacrifício da cada um dos parceiros. Disponível na Netflix , a série possui três temporadas com episódios de, em média, 30 minutos.


Modern Love

Modern Love, lançada dia 18 de outubro na Amazon Prime Video, é baseada na coluna do New York Times de mesmo nome. Os episódios fechados, de aproximadamente 30 minutos, retratam histórias que navegam por diferentes tipo de amor, como o romântico, o sexual e o platônico. A série teve grande repercussão na mídia tanto pela narrativa sólida, segundo o The Guardian, e um elenco de peso, formado por Anne Hathaway, Tina Fey e Dev Patel.


Please Like Me

Lançada em 2013, Please Like Me não é a série mais popular de todas, mas conquistou os espectadores com uma narrativa descontraída e momentos musicais. Na série, Josh se assume gay logo após terminar com a namorada e precisa enfrentar os dilemas que acompanham essa descoberta, além dos problemas comuns da juventude. Disponível na Netflix, a produção possui quatro temporadas, cada uma com seis a dez episódio de, em média, 20 minutos.