Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / Julgamento

Daniel Alves é condenado a 4 anos e 6 meses de prisão por estupro

Julgamento de Daniel Alves, condenado por estuprar uma mulher de 24 anos, aconteceu entre os dias 5 e 7 de fevereiro; ele estava detido desde 2023

Redação Publicado em 22/02/2024, às 09h15

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Daniel Alves (Foto: Alexander Hassenstein/Getty Images)
Daniel Alves (Foto: Alexander Hassenstein/Getty Images)

Após mais de um detido por estuprar uma mulher de 24 anos em Barcelona, Espanha, o ex-jogador de futebol Daniel Alves foi condenado pela Justiça Espanhola a quatro anos e seis meses de prisão, segundo informações do UOL. Inicialmente, a acusação pediu 12 anos de pena para o ex-jogador, enquanto o Ministério Público Espanhol pedia nove anos.

A redução na pena aconteceu por conta do pagamento da multa de R$ 900 mil, que teve ajuda da família de Neymar, como atenuante de pena. Esse dinheiro vai para a vítima por danos morais e lesões causadas. Segundo documentos do processo, Alves "agarrou abruptamente a denunciante, a atirou no chão, impedindo-a de se mexer, penetrou-a pela vagina, apesar de ela ter dito que não queria."

+++LEIA MAIS: Daniel Alves pode jogar campeonato de futebol entre presídios

Após cumprir a pena definida pelo Tribunal, o brasileiro terá liberdade vigiada por cinco anos. O julgamento aconteceu entre os dias 5 e 7 de fevereiro de 2024, em Barcelona. Além disso, ele não pode se aproximar de onde a vítima mora ou trabalha, deve ficar distante dela de um raio de 1 km e não pode se comunicar com ela por nove anos e seis meses.

Por fim, Daniel Alves também foi condenado à pena de inabilitação especial por exercício de emprego, que envolve cargo público, profissão ou comércio relacionado com menores por cinco anos depois do cumprimento de sentença.

+++LEIA MAIS: Daniel Alves é representado com roupas de presidiário em videogame