Daniela Mercury aprova comparação com Madonna

"Por mais que eu tenha referências maiores de cantoras pra mim, como Ella Fitzgerald, Madonna é uma mulher que provoca o mundo"

Por Bruna Veloso, de Salvador Publicado em 29/01/2009, às 20h54

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, 28, durante do Festival de Verão de Salvador, Daniela Mercury disse à reportagem da Rolling Stone Brasil que ficou "lisonjeadíssima" com declaração da escritora e pós-feminista norte-americana Camille Paglia, de que a baiana seria comparável a Madonna.

"A Madonna tem um bom gosto enorme. É uma performer fantástica, inquestionável, uma mulher que consegue dialogar com o mundo, uma artista, uma criadora", desenvolveu Daniela, fazendo, no entanto, uma ressalva: "Por mais que eu tenha outras referências maiores de cantoras pra mim, como Ella Fitzgerald e Sarah Vaughan, Madonna é uma mulher que provoca o mundo há muitos anos".

Daniela se apresentou nesta quarta, primeira noite da 11ª edição do Festival de Verão de Salvador, onde ganhou o público com o que chama de afro-eletrônico, linha que dá novo ar a faixas já batidas de sua carreira, como "Pérola Negra" e "Preta". Saiba mais.