Danny Boyle não será mais o diretor do próximo filme da franquia 007

De acordo com os produtores, o cineasta saiu do projeto “devido a diferenças criativas”

Rolling Stone EUA Publicado em 22/08/2018, às 12h47 - Atualizado às 12h59

Danny Boyle
Evan Agostini/Invision/AP

Os produtores da série James Bond anunciaram na última terça, 21, que Danny Boyle (Trainspotting, Quem Quer Ser Um Milionário?) não será mais o diretor do 25º longa da franquia. A notícia chegou menos de três meses após o cineasta ser contratado, e quatro meses antes do começo das filmagens.

De acordo com o comunicado publicado no site oficial dos filmes 007, o cineasta não fará mais parte do projeto "devido a diferenças criativas". Não foram divulgadas mais informações sobre o caso, nem o nome de quem substituirá Boyle.

Também não foi esclarecido se a mudança afetará a data de lançamento do filme, inicialmente agendada para 25 de outubro de 2019 no Reino Unido. De acordo com o site Variety, os produtores estariam no processo de escolher quem interpretaria o vilão e a Bond girl antes do início da produção em 3 de dezembro.

O roteiro, escrito por John Hodge, colaborador de longa data de Danny Boyle, também está sem um status definido após a saída do colega.

Esta será a última participação de Daniel Craig como James Bond e, contrariando rumores, o ator Idris Elba disse ao Good Morning Britain que não será o próximo a interpretar o famoso agente secreto.