Datena defende Bonner em polêmica com Bolsonaro: 'Respeito meus colegas'

Apresentador também criticou a idolatria do presidente Jair Bolsonaro a Donald Trump

Redação Publicado em 08/01/2021, às 12h55 - Atualizado às 14h25

None
Datena e William Bonner (montagem/reprodução vídeo)

Durante o Brasil Urgente desta quinta, 7, o apresentador e jornalista José Luiz Datenadefendeu William Bonner, apresentador do Jornal Nacional, por ter sido chamado de "maior canalha que existe" pelo presidente da república Jair Bolsonaro(sem partido). Nesta semana, Bonner imitou a voz do representante do país ao ler uma de suas declarações e foi criticado pelo mesmo

"Não aceito o termo 'canalha' para mim. E não aceito o termo 'canalha' para a história da imprensa brasileira", afirmou Datena ao se solidarizar com o companheiro de profissão, William Bonner, sem citar o nome do jornalista da Globo. "Se não fosse a imprensa brasileira, hoje não viveríamos em um país democrático", completou. 

+++LEIA MAIS: Bonner faz imitação sutil de Bolsonaro e presidente responde: 'O maior canalha que existe'

Continuando o assunto, Datena pontuou:  "Respeito a minha profissão, respeito os meus colegas de trabalho. Não sou canalha. Nenhum de nós pode chegar em casa e ser questionado por nossos filhos: 'O senhor é canalha, papai?'. Eu não sou canalha, não aceito esse termo". 

No programa, o apresentador também criticou as recentes falas de Bolsonaro, que insiste em afirmar que a derrota do presidente dos EUA, Donald Trump, para Joe Biden, foi fraudada, e que o mesmo poderá ocorrer no Brasil em 2022. 

"O presidente Jair Bolsonaro usou esse exemplo nos EUA para dizer que 'olha, se não tiver voto impresso no Brasil em 2022, o que aconteceu lá nos EUA vai acontecer aqui no Brasil'. Isso é um absurdo. Pare de defender esse lunático que tem uma mente doentia. Acho melhor o senhor trocar de ídolo. E, se houvesse fraude nas eleições de 2018, você não seria eleito, pois o senhor era um dos últimos colocados", exaltou o apresentador. 

+++LEIA MAIS: Gene Simmons, do Kiss, se irrita com Bolsonaro: 'disse que vacina pode transformar pessoas em jacaré'

Datena ainda concluiu: "O senhor não pode ficar atacando a imprensa como o senhor ataca, respeite a democracia. Pense bem naquilo que o senhor fala, pois o que o senhor fala hoje tem que ser sustentado amanhã. Não adianta o senhor falar uma bobagem hoje e, no outro dia, colocar na boca da imprensa. Isso não cola mais. O que aconteceu nos EUA não tem nada a ver com o Brasil".


+++ CYNTHIA LUZ | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL