Dave Grohl diz que shows financiados coletivamente podem “mudar o esquema” de fazer turnê

“Se soubermos que as pessoas querem que a gente vá para algum lugar, a gente pode ir até lá”, disse o vocalista

Rolling Stone EUA Publicado em 04/07/2014, às 11h47 - Atualizado às 13h05

Dave Grohl e Sound City Players
AP

Dave Grohl disse que shows organizados e financiados coletivamente por fãs – como o que o Foo Fighters aceitou fazer em Richmond, Virgínia, nos Estados Unidos – podem influenciar em como bandas planejam as turnês. O vocalista deu entrevista à rádio sul-africana 5FM.

Foo Fighters faz cover de Rolling Stones e Queen durante festival.

“Essa poderia ser uma forma das bandas decidirem onde querem tocar”, disse Grohl. “É algo engraçado, algo que muda o esquema. Durante os últimos 20 anos, nós sempre decidimos com quem e onde tocaríamos. Mas, agora, se soubermos que as pessoas querem que a gente vá para algum lugar, a gente pode ir até lá”.

Foo Fighters revela mês de lançamento do novo álbum.

A campanha do Crowdtilt Open foi ideia de Andrew Goldin, um diretor criativo e redator freenlancer que tinha como objetivo levar o Foo Fighters para tocar em Richmond pela primeira vez desde 1998. Goldin e seus amigos, Brig White, John McAdorey e Lucas Krost, tomaram como meta vender 1.400 ingressos no valor de US$ 50 cada, prometendo aos compradores que o dinheiro seria devolvido se a banda não concordasse tocar por lá.

Dave Grohl diz o que sentiu ao ouvir pela primeira vez o disco Superunknown, do Soundgarden.

Graças a uma iniciativa de ávidos fãs e empresas do comércio local – cada uma das duas que apoiaram comprou US$ 5 mil em ingressos e planejaram doar todos eles –, os amigos não só fizeram com que o Foo Fighters soubesse da campanha, como também os convenceram a fazer o show. “Vejo vocês em breve... vamos nos divertir”, disse o grupo no Twitter.

Nirvana: os bastidores e detalhes da reunião.

Ainda que o dia ou a casa que abrigou a apresentação em Richmond não tenham sido anunciados, a apresentação está nos planos de Dave Grohl para as turnês futuras do Foo Fighters, que incluem as primeiras datas deles na África do Sul, no próximo mês de dezembro. “Somos uma banda há 20 anos e é hora de irmos para lugares onde nunca estivemos”, disse ele à 5FM. “Amo todos os locais onde já estivemos e, por todo o mundo, construímos plateias recheadas de fãs, mas eu amaria tocar em lugares onde nunca fomos”.