Pulse

Por que Dave Grohl não queria lançar 'Everlong' com o Foo Fighters em 1997?

A música acabou virando um hit, e é tocada até hoje em todos os show da banda

Redação Publicado em 02/09/2019, às 19h43

None
Dave Grohl (Foto: Greg Allen/AP)

Em entrevista para a rádio BBC, Dave Grohl, vocalista do Foo Fighters, falou sobre como ficou relutante em lançar o single "Everlong", em 1997. O artista revelou que a música não significava muito para ele.

+++LEIA MAIS: Noel Gallagher quer criar uma petição para o término do Foo Fighters

Grohl disse que a faixa foi resultado de uma brincadeira que faziam no intervalo das gravações do álbum: "Eu a considerava uma má imitação da Sonic Youth. Tipo, 'Oh, soa como 'Teenage Riot ou alguma coisa, 'É o riff da Sonic Youth,' sabe?"

A criação da canção, segundo o músico, foi em um intervalo das gravações do álbum The Colour and the Shape. Dave Grohl teria feito uma demo da música no estúdio de seu amigo que acabaria sendo inserida no álbum sem mudança de arranjos ou versão. 

+++LEIA MAIS: Dave Grohl conta qual droga usou ao ouvir Nirvana pela primeira vez

"Então eu levei de volta para os caras e eu lembro de tocar no 50º aniversário do David Bowie no Madison Square Garden. Só para falar, o Sonic Youth estava lá também e eu lembro de tocar para Kim Gordon(vocalista/baixista do Sonic Youth) e pensar: 'Eu me pergunto se ela vai gostar'."

Depois disso, Grohl tocou a demo para Kim e Thurston Moore que o incentivaram, dizendo que "a música está aí."

A declaração de Grohl segue: "Eu não esperava que 'Everlong' seria a música com a qual terminaríamos o set pelos próximos 25 anos. Eu pensei: 'Isso é legal'. No entanto, por qualquer razão, as pessoas se conectaram a ela e eu amo cantá-la. Toda noite."

Grohl acrescentou: "Eu acho que é a música do Foo Fighters que a maioria das pessoas conhece."

+++ A playlist da Drik Barbosa - De Emicida a Erykah Badu