Dave Grohl ouvia ‘death metal satânico’ com a mãe aos 14 anos: ‘Sabia que era o caminho dele’

Pai de três filhos, o integrante do Foo Fighters elogiou a forma como a mãe o criou

Redação Publicado em 10/03/2020, às 17h48

None
Dave Grohl (Foto: Greg Allen/AP)

Dave Grohl e a mãe, Virginia Grohl, já tem boas histórias juntos. Durante o evento da Adobe Max, o vocalista do Foo Fighters relembrou que durante a turnê com o Green Day, Virginia bebia com os integrantes do grupo. 

Agora, em uma entrevista ao Canadian Music Week, publicada via Variety, Dave contou algumas curiosidades nostálgicas da infância que o levaram ao status de astro do rock.

"Acho que o amor é a maior musa de todos os artistas", disse Grohl. "E a maneira como você aprende o amor vem do amor que você recebeu de seus pais."

+++ LEIA MAIS: Dave Grohl exalta Queen e Freddie Mercury: ‘Deveriam ser estudados’

"Decidi aos 12 anos que esta é minha vida e minha vida será música", contou Grohl ao relembrar que abandonou a escola onde a mãe dava aula para fazer uma turnê pela Europa com a banda Scream. 

"Ela nunca me disse para não ouvir nada. Quando eu tinha 14 anos eu estava ouvindo death metal satânico - ela colocou o Manhattan Transfer e eu 'Reign in Blood'". A mãe, na sequência, respondeu o comentário: "Eu sabia que era o seu caminho".

+++ LEIA MAIS: 7 atitudes de Dave Grohl que provam como ele é o cara mais legal do rock

"Você me convenceu cedo", concluiu. Agora, com 50 anos e três filhas (Violet, Harper e Ophelia), Grohl disse que pretende passar esse ensinamento adiante. 

+++ LEIA MAIS: 7 frases do Dave Grohl que provam que ele é um paizão

"Eu tenho um garoto que quer ser músico e ouve Lil Pump, e fico tipo 'Sério?! Vou precisar conversar", conta.  "Mas [minha mãe] nunca fez isso comigo, então eu não vou fazer".

"E agora eu ouço Lil Pump". 


+++ SESSION ROLLING STONE BRASIL: DELACRUZ - ANESTESIA