Dave Grohl quase não se tornou músico porque foi renegado pelo pai; entenda

Em entrevista em Londres, Dave Grohl relembrou da conturbada relação que teve com seu pai após decidir seguir carreira de músico

Redação Publicado em 30/09/2021, às 14h34

None
Dave Grohl (Foto:Rudi Keuntje / Geisler-Fotopress / Alliance / DPA/ AP Images)

O vocalista e guitarrista Dave Grohl, da banda Foo Fighters, revelou que seu pai o rejeitou durante a adolescência porque ele queria ser músico. O ex-Nirvana precisou sair da casa do pai devido à situação familiar complicada. 

Segundo relatou Dave Grohl durante entrevista no Teatro Savoy, em Londres, para falar do livro The Storyteller: Tales Of Life And Music, o pai do músico, James, era contra o sonho do filho em seguir carreira na música. "Meu pai me dizia: 'Não se ache músico só porque você toca um instrumento’. Eu não tinha permissão para ser músico.", disse o frontman do Foo Fighters

+++ LEIA MAIS: Dave Grohl decidiu ser astro do rock após ter coração partido; entenda

Grohl continuou: "Tivemos aquela conversa dolorosamente embaraçosa sobre o que eu faria da minha vida. Eu não sabia o que dizer, mas sabia que era isso [ser músico]. Escrevi uma carta de fuga. Isso deu início à separação entre mim e meu pai. Ele me ligou na manhã seguinte e disse: 'Nunca mais faça isso'. E, eu respondi: 'Eu não preciso.'"

+++ LEIA MAIS: Nirvana: Dave Grohl relembra gravação de 'Smells Like Teen Spirit': 'Ninguém prestou muita atenção'

The Storyteller: Tales Of Life And Music, livro que narra a infância e adolescência de Dave Grohl será lançado nos EUA em 5 de outubro. Não há data para sair no Brasil. 

As informações são do jornal britânico Mirror