Dave Grohl relata encontro mágico com Prince: ‘Ele simplesmente se materializou’

Momento foi um sonho que se tornou realidade

Redação Publicado em 08/04/2020, às 11h14

None
Dave Grohl (Foto: Greg Allen / AP) e Prince (Foto:Reprodução)

Dave Grohl, vocalista e guitarrista do Foo Fighters, relatou um encontro mágico e dos sonhos que ele teve com Prince. A história foi publicada em uma conta do artista no Instagram Dave’s True Stories (Histórias Verdadeiras do Dave, na tradução livre), criada com o intuito de entreter as pessoas com o passado dele durante a pandemia do novo coronavírus

Grohlrelembrou que primeiramente ele recusou um convite para ele e a banda tocarem com Prince na passsagem de som em 2011, durante os 21 shows do cantor no LA Forum, Estados Unidos. Mas Dave recusou "porque eu estava bêbado pra cara***" e "DE FORMA NENHUMA eu iria pisar em um palco com o Prince naquele estado". Mas na semana seguinte, o líder do Foo Fighters foi chamado para outra passagem de som antes de um show do Prince.

+++LEIA MAIS: Paul McCartney, Beach Boys e um salsão: como isso virou uma música?

Segundo Dave Grohl, "foi uma proposta que eu desejei para toda a minha vida adulta. Mas nunca em meus sonhos mais loucos imaginava possível. Música. Com. Prince. Absolutamente imensurável".

No dia da passagem de som, Grohl foi para o palco, que encontrava-se vazio, então Prince simplesmente surgiu. "Isso não é exagero, pessoal. Juro que o cara se moveu como um SEAL da Marinha. Ele simplesmente se materializou", disse.

No encontro, Prince pediu que o ex-baterista do Nirvana tocasse bateria com a banda dele. Então, Dave "começou a tocar um groove, nada extravagante, mas cavando para encontrar meu rumo nessa parede gigante de bateria" fornecida pelo baterista de Prince.

+++LEIA MAIS: Curta-metragem mostra a primeira ‘viagem de ácido’ do fundador do Pink Floyd

"Prince assistiu, me inspecionando com um sorriso. Ele apontou para o baixista para entregar o instrumento... Amarrou-o e começou a dizimar o maldito instrumento com a execução mais suave, divertida, rápida e graciosa que eu já vi até hoje", relembrou Grohl. Toda essa experiência foi dita como "um momento divino" pelo artista.

Durante a passagem de som, Prince até mesmo "pegou a famosa guitarra e começou a tocar o riff de abertura para 'Whole Lotta Love'".

Para Dave Grohl, "minha fantasia de rock and roll estava se tornando realidade" e ele realizou "um sonho de vida, sem nenhuma evidência para compartilhar com ninguém além de uma memória que ficará comigo para sempre".

Clique aqui para ver a história completa contada por Grohl.


+++ DISCOGRAFIA DO THE STROKES: OS ALTOS E BAIXOS DOS ARRUACEIROS DE NOVA YORK