Dave Grohl: ‘Se não fosse o Nirvana, o Foo Fighters não estaria nesta posição’

O músico afirmou não ter medo de confessar que foi beneficiado pela fama da antiga banda

Redação Publicado em 31/03/2020, às 07h49

None
Dave Grohl do Foo Fighters (Foto: Renan Olivetti/ I Hate Flash)

Dave Grohl afirmou que o Foo Fighters não estaria na posição que estão no mundo da música se não fosse o Nirvana. Em entrevista à NME, o músico falou sobre as críticas que recebeu após a morte de Kurt Cobain e como elas influenciaram a trajetória da nova banda. 

“Eles eram tipo: ‘Como você ousa estar em uma banda de novo? Sua música é uma me*** e aquela foi uma banda real e você não é’”, disse Grohl.

O músico completou: “Você realmente acha que isso vai me parar? Só me faz querer mais, você sabe. Então, você pode continuar vindo se você quiser, mas eu estou pouco me fodendo”.

+++ LEIA MAIS: Foo Fighters, Pantera e um bar de strip - Dave Grohl relembra história insana

Grohl ainda disse que não tem receio de reconhecer que o legado do Nirvana abriu facilitou a aceitação e reconhecimento do Foo Fighters. Ele disse: “Eu nunca tive medo de dizer que se não fosse pelo Nirvana, o Foo Fighters não estaria nesta posição [...] Nós tivemos nossas vantagens logo de cara, teve um interesse na banda por causa disso. Quero dizer, é óbvio”.

A banda foi formada um ano após a morte de Cobain, em 1995. E depois de 25 anos de carreira, a banda está pronta para lançar o décimo disco do grupo, o qual ainda não teve o nome revelado, mas, de acordo com o vocalista,  já foi finalizado.

+++ LEIA MAIS: Dave Grohl descreve novo disco do Foo Fighters como 'pop fantástisco', e diz estar nervoso 'como um garoto de 6 anos'

“Nós acabamos de terminar o disco. Algumas dessas música, as melhores, acontecem aos 45 minutos. Então tem outras músicas, tem um riff no novo álbum que eu vim trabalhando nos últimos 25 anos. A primeira vez que eu gravei foi no meu porão em Seattle”. 

Em 2020, o Foo Fighters também planejava realizar uma turnê especial para comemorar os 25 anos da banda. Contudo, os shows foram adiados por causa da pandemia de coronavírus.


+++ TRAVIS SCOTT: O HYPE EM TORNO DELE REALMENTE FAZ SENTIDO?