Dave Mustaine sobre possível reunião com Metallica: "Ficaria honrado, mas não acontecerá"

Frontman do Megadeth foi companheiro de Lars Ulrich e James Hetfield até 1983

Redação Publicado em 24/08/2015, às 12h54 - Atualizado às 13h44

O frontman do Megadeth, Dave Mustaine
Balazs Mohai/AP

Durante uma recente sessão de perguntas e respostas no Twitter, Dave Mustaine, líder do Megadeth, afirmou que não se reuniria com os antigos colegas do Metallica.

Mustaine – Memórias do Heavy Metal está na nossa seleção das mais polêmicas, absurdas e ultrajantes autobiografias do rock.

Apesar de não ser um dos fundadores da banda, Mustaine tocou com Lars Ulrich e James Hetfield entre os anos de 1982 e 1983, logo antes de o grupo lançar o cultuado Kill ‘Em All (1983). A saída do guitarrista foi justificada por problemas com o abuso do álcool e conflitos com os demais integrantes do Metallica.

“A guitarra está bastante viva e bem cultivada no Brasil”, diz o ex-guitarrista do Megadeth Marty Friedman.

Após a saída de Mustaine, Kirk Hammett assumiu o posto e ainda permanece como guitarrista da banda. Ao lado do baixista David Ellefson, Dave formou o Megadeth em 1983.

Guitarrista e baterista do Megadeth deixaram grupo; saiba o motivo.

Durante a sabatina no Twitter, Mustaine foi questionado sobre a possibilidade de subir ao palco com os antigos colegas. Educadamente, o guitarrista disse: “Ficaria honrado, mas não aceitaria”. O frontman ainda descreveu o baterista Lars Ulrich, com quem cultivou alguns conflitos, como um “amigo”.