David Ayer ainda não cansou de dizer que o Coringa de Jared Leto foi injustiçado

Esquadrão Suicida foi lançado em 2016, e Ayer defende que o filme sofreu interferências da Warner Bros.

Redação Publicado em 18/12/2020, às 19h13

None
Jared Leto como Coringa (Foto: Reprodução)

Esquadrão Suicida, do diretor David Ayer foi lançado em 2016 sob muitas críticas negativas. Desde então, o diretor reclama da interferência da Warner Bros. na edição final, defendendo, principalmente, o Coringa de Jared Leto - e quatro anos depois, o cineasta não parece ter cansado. As informações são do Screenrant.

+++LEIA MAIS: O que James Gunn realmente achou do Esquadrão Suicida de David Ayer

Na época da edição do filme, a Warner Bros. teria interferido para mudar o tom do drama mais sério para algo mais “leve”- e o resultado não agradou. Um dos grandes criticados foi Jared Leto, principalmente em comparação com outras interpretações do Coringa, mas Ayer insiste que o ator foi injustiçado. 

No Twitter, um fã comentou sobre uma publicação que pressionava pelo lançamento de Ayer Cut, a versão de David Ayer sem interferência da Warner. Ele escreveu: “Sei que Jared Leto era melhor do que o corte teatral de Esquadrão Suicida, eu só quero assistir.

+++LEIA MAIS: Os únicos detalhes que deram certo em Esquadrão Suicida [LISTA]

Diante do comentário, David Ayer fez questão de responder: “Muito Melhor”. Confira a publicação:

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


+++ FROID | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL