David Gilmour garante que reunião do Pink Floyd não vai acontecer: 'Não vou voltar atrás'

Em entrevista recente, o músico discutiu sobre uma possível reunião da banda

Redação Publicado em 10/03/2021, às 14h53

None
David Gilmour em 2016 (Foto: Rob Grabowski / Invision / AP)

É, fãs do Pink Floyd, não tem jeito. De acordo com David Gilmour, uma reunião da banda não vai acontecer de maneira alguma e o guitarrista está totalmente decidido em relação ao retorno do grupo.

Em uma entrevista recente à Guitar Player, via Blitz, o músico afirmou: "Chegou ao fim, acabou. Acho muito bem que o Roger[Waters] pode fazer o que tiver vontade e se divertir com isso. Mas eu não vou voltar atrás."

+++LEIA MAIS: Pink Floyd: afinal, como foi a briga entre Roger Waters e David Gilmour


+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


Ainda, sobre uma reunião ou turnê do Pink Floyd, o britânico garantiu: "Não quero voltar a tocar em estádios. Sou livre para fazer o que quero fazer, da forma como eu quiser fazer."

Vale lembrar que, da última vez em que Roger Waters tentou "fazer as pazes" com David Gilmourpara enfim reunir a banda, o guitarrista disse que uma reunião do Pink Floyd: "Não seria legal. Seria horrível".

+++LEIA MAIS: David Gilmour elege as melhores músicas do Pink Floyd

Na ocasião, Gilmour complementou: "Obviamente, se você é um fã daqueles dias do Pink Floyd, você tem um ponto de vista diferente. Mas eu tive que passar por isso. Essa foi a minha vida. Eu sei que depois disso, fui escalado como uma espécie de vilão por quem quer que seja. Eu posso viver com isso", e afirmou que não trocaria a liberdade dele.

+++LEIA MAIS: 10 melhores solos de guitarra de David Gilmour, segundo site [LISTA]


+++ HAIKAISS: 'O TRAP TAMBÉM PASSA UMA MENSAGEM CONSCIENTE' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL