Pulse

De Beatles a Black Sabbath: as 9 primeiras músicas de heavy metal da história [LISTA]

Guitarras carregadas e distorcidas, baterias bem marcadas e música pesada: da onde veio o heavy metal?

Redação Publicado em 27/08/2019, às 16h41

None
Beatles, Black Sabbath e Led Zeppelin (Fotos 1 e 3: AP e Foto 2: Reprodução/Instagram)

É muito difícil saber exatamente quando um movimento musical nasceu. Na maioria das vezes, ele tem um crescimento discreto e evolutivo - e consagra-se no bê-a-bá do estilo somente quando chega ao mainstream. Foi assim com o rock n’ roll, nascido nos campos dos EUA com uma população negra e pobre e consagrado posteriormente no imaginário popular com Elvis Presley. E algo parecido aconteceu com o heavy metal

A primeira vertente do metal tem seus principais nomes em Black Sabbath, Deep Purple, Led Zeppelin e outras bandas inovadoras dos anos 1970. Mas os solos de guitarra distorcidos não nasceram do nada: foram inspirados no rock da última década e em bandas que normalmente não são associadas ao metal, como os influentes Beatles ou os calmos Kinks

+++ LEIA MAIS: Queen como heavy metal: Brian May fala de música que ajudou a formar o estilo 

O heavy metal demorou para ser construído e bebeu de diversas fontes. Por isso, algumas das “primeiras músicas de metal” não têm realmente nada a ver com o que esperaríamos do estilo. A exemplo disso, o Ultimate Guitar fez uma lista cronológica das nove primeiras músicas que poderiam ser consideradas Heavy Metal. Ouça: 

“You Really Got Me,” The Kinks (1964)


Os Kinks e suas músicas têm a cara do “rock clássico.” Mas foram bem importantes para o metal: “You Really Got Me,” música de 1964, foi a primeiríssima canção a usar power chords (ou “acordes fortes”) e distorção na guitarra. Para isso, literalmente usaram uma faca para alterar seus amplificadores e conseguir o efeito diferenciado. 


“I Can See for Miles,” The Who (1967)


Quando Pete Townshend lançou essa música, garantiu que foi o trabalho mais pesado do The Who até então. E de fato, a bateria iminente e o ritmo da guitarra (por vezes distorcida) dão essa impressão. O que quebra o clima de “metal” é principalmente o refrão alegre. 


“Summertime Blues,” Blue Cheer (1968)


Quando o Blue Cheer apresentou o disco Vincebus Eruptum, surpreendeu pelo som estruturado de maneira completamente inusitada. Eles quase sempre aparecem em listas de proto-metal pelos seus elementos parecidos - principalmente a guitarra bem distorcida e solos gigantescos. E tinham até os cabelões cobrindo os olhos. 


“In-A-Gadda-Da-Vida,” Iron Butterfly (1968)


Mistura elementos do blues com o rock - e é definitivamente uma música de heavy metal. Há quem ouça, inclusive, precedentes fortes do Deep Purple e do The Doors, uma mistura única e original para a época. 


“Helter Skelter,” Beatles (1968)


Enquanto “ I Can See For Miles” foi classificada como a música mais pesada do The Who, Paul McCartney deu esse título para “Helter Skelter,” dos Beatles. Bem carregada na bateria e em polêmicas, a faixa foi uma das mais populares da época, e com certeza ajudou a fundar o posterior heavy metal. 


“Born To Be Wild,” Steppenwolf (1968) 


Só de ler o nome, a melodia vem na sua cabeça - acompanhada das motos potentes do filme Sem Destino, responsável por a popularizar. Foi a primeira vez em que o termo “heavy metal” apareceu, nos versos “Gosto de fumaça e relâmpagos / trovão heavy metal / correndo com o vento;” porém, não tinha a conotação do estilo musical - mas sim os elementos musicais que depois veríamos bastante no Judas Priest e Iron Maiden. 


“21st Century Schizoid Man,” King Crimson (1969)


O King Crimson era ótimo em rock progressivo. Começaram com o disco In The Court Of The Crimson King e surpreenderam com a música inusitada e bem pesada. Em “21st Century,” trouxeram um solo de guitarra poderoso e vocal grosseiro e cheio de efeitos, além de uma letra polêmica e política. 


“Whole Lotta Love,” Led Zeppelin (1969)


A música nasceu em Led Zeppelin, disco de estreia da banda e seria conhecida como uma das precursoras do heavy metal em uma época que o estilo ainda não estava tão claro. Nela, ouvimos uma guitarra que não poderia pertencer a ninguém além de Jimmy Page, e uma bateria característica de John Bonham que só viriam a marcar mais e mais nos anos seguintes.


“Black Sabbath,” Black Sabbath (1969)


Hoje em dia, é quase consenso que o Black Sabbath foi a primeira banda a crescer e se apresentar como Heavy Metal. Mas se em 1969 não havia uma clara definição do estilo, isso foi só até “Black Sabbath” aparecer. Os riffs pesados e o vocal alucinado de Ozzy Osbourne, além da morbidez e obscuridade da letra, formaram de vez o heavy metal - e só viria a crescer nesse patamar nos anos seguintes. 

+++ De Djonga a Metallica: Scalene escolhe os melhores de todos os tempos: