Diretor deixa Deadpool 2 devido a diferenças criativas com Ryan Reynolds

Tim Miller, responsável pelo primeiro filme do despojado super-herói, não trabalha mais na sequência

Rolling Stone EUA Publicado em 24/10/2016, às 14h39 - Atualizado às 14h51

Deadpool 2
Divulgação

O diretor de Deadpool, Tim Miller, deixou a produção da sequência do filme do super-herói da Marvel devido a diferenças criativas acerca do longa, que deve estrar em 2018.

Miller estava no processo de desenvolvimento do roteiro de Deadpool 2 quando as diferenças criativas afloraram. Segundo informaram fontes não divulgadas ao Hollywood Reporter, o protagonista Ryan Reynolds e Miller discordaram acerca da direção do irônico mercenário personagem Wade Wilson.

LEIA TAMBÉM

[Crítica] Deadpool (2016)

[Entrevista] Ryan Reynolds comenta o bem-sucedido Deadpool

Deadpool foi destaque no MTV Movie Awards 2016

Em abril, a 20th Century Fox confirmou que a sequência de Deadpool, sucesso de crítica e bilheteria, já estava sendo feita. Na ocasião, a empresa confirmou também que Deadpool 2 teria o retorno de toda a equipe criativa que foi responsável pelo primeiro filme da franquia, dentre eles os roteiristas Paul Wernick e Rhett Reese.

A saída de Miller da sequência de Deadpool e da Fox e foi supostamente amigável, uma vez que o cineasta já assumiu a direção de outra propriedade do estúdio, Influx, o primeiro longa do que está programado para ser uma trilogia.

Sucesso imediato, Deadpool dificilmente não ganharia uma continuidade nas telonas. Depois de ter arrecadado mais de US$ 750 milhões ao redor do mundo, muito graças a uma grande campanha de marketing, o filme se tornou um dos filmes de super-heróis mais rentáveis e um dos maiores recordes de bilheteria de toda a história de produções com classificação indicativa R.