Debbie Harry anuncia lançamento do primeiro livro de memórias do Blondie

FACE IT vai contar histórias inéditas da trajetória da líder e vocalista de uma das bandas mais influentes dos anos 1970

Redação Publicado em 29/05/2019, às 17h57

None
Debbie Harry do Blondie, em São Paulo (Foto: Fabricio Vianna)

Debbie Harry revelou nesta quarta, 29, o lançamento de seu primeiro livro de memórias, institulado FACE IT. O livro chega às lojas dos Estados Unidos em 1º de outubro, publicado pela HarperNonFiction, departamento voltado para textos não-fictícios do grupo editorial Harper Collins.

Na obra, a líder e vocalista do Blondie vai olhar para trás e buscar os fatos mais marcantes de sua vida pessoal e da carreira de compositora e música.

+++Leia nossa cobertura do primeiro show do Blondie no Brasil

De acordo com a nota de divulgação compartilhada pela editora, o livro é "uma mistura visceral de narrativa e imagens deslumbrantes que refletem a complexidade do assunto abordado".

FACE IT contará com uma coletânea de fotos inéditas da cantora, artes feitas pelos fãs e escolhidas especialmente para o projeto editorial, além de recordações da vida de uma pioneira e musa da música, moda e cinema.

Debbie escreveu o livro com o auxílio da autora e jornalista musical Sylvie Simmons. Veja abaixo a imagem divulgada, que ainda não representa a capa. (Crédito:Divulgação)

Em um comunicado de imprensa, a cantora escreveu: "Eu não queria, mas acabei fazendo. Tenho muitas outras histórias para contar, algumas engraçadas, algumas assustadoras, outras que aquecem, outras que congelam os ossos. Se o público gostar de FACE IT, continuarei a contar mais desses episódios da trajetória do Blondie."

Ela acrescentou também que está preparada "para os melhores e piores comentários, da mesma forma como quando lançava um disco ou fazia um grande show. Não tenho a pele muito grossa, mas tenho um ótimo senso de humor."

Junto com o guitarrista Chris Stein, Debbie Harry formou o Blondie em 1974. A banda lançou 11 álbums, e entre eles o clássico Parallel Lines (1978) e o mais recente Pollinator (2017). Eles entraram para o Hall da Fama do Rock em 2006, e tocaram pela primeira vez no Brasil em 2018.

+++ VÍDEO: Rincon Sapiência aprendeu a "desenhar o próprio nome", quase foi jogador de futebol e se tornou Rei dos Feats do rap nacional