Demi Lovato revela que sofreu abuso sexual aos 15 anos: 'Disse a mim mesma que era minha culpa'

A declaração foi feita no documentário Demi Lovato: Dancing with the Devil, exibido no festival SXSW na última terça, 16

Redação Publicado em 17/03/2021, às 10h44

None
Demi Lovato no American Music Awards 2017 (Foto: Neilson Barnard/Getty Images)

Demi Lovato revelou que foi vítima de um abuso sexual aos 15 anos de idade no documentário Demi Lovato: Dancing with the Devil, o qual foi exibido no festival SXSW na última terça, 16, e estreia no Youtube no dia 23 de março. (Via NME)

A produção retrata a batalha da cantora pop contra o álcool, as drogas e os distúrbios alimentares ao longo dos anos e conta com diversas revelações chocantes. 

+++ LEIA MAIS: Demi Lovato diz que deixou o Disney Channel ao perceber que transtorno alimentar era ‘terrivelmente normatizado’ em Hollywood

Lovato contou que a primeira relação sexual dela não foi consensual e aconteceu no período em que fazia parte do time de estrelas mirins da Disney. "Eu perdi minha virgindade em um estupro," disse a artista. 

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

"Eu realmente me castiguei por anos e é também por isso que tive muita dificuldade em aceitar o fato de que foi um estupro [...] disse a mim mesma que era minha culpa, porque eu ainda fui para o quarto com ele. Eu ainda fiquei com ele," completou Lovato, segundo a Cosmopolitan.

+++ LEIA MAIS: Demi Lovato corta hit de futura turnê por causa da overdose de 2018; entenda

A cantora pop falou que "parou de comer" e tentou encontrar outras maneiras de lidar com o abuso enquanto tinha que conviver com o criminoso, o qual "nunca teve problemas por causa disso."

"Eu tive que ver essa pessoa o tempo todo, então parei de comer e enfrentei a situação de outras maneiras," contou a cantora pop. "A minha história do #MeToo sou eu contando a uma pessoa o que fizeram comigo e [o abusador] não teve problemas. Não foi tirado do filme que estava."

+++ LEIA MAIS: Demi Lovato e Travis Barker, do blink 182, voltam para 2006 em nostálgico novo single, ‘I Love Me - emo version’

Lovato também afirmou que sofreu outro abuso na noite em que teve uma overdose, em 2018. Desta vez, a artista foi vítima de um traficante. "Quando me encontraram, eu estava nua, azul. Eu literalmente fui deixada para morrer."

A artista continuou: "Quando acordei no hospital, eles perguntaram se tínhamos feito sexo consensual. Tive um flash dele em cima de mim. Eu vi aquele flash e disse que sim. Só um mês depois da overdose que eu percebi: 'Você não estava em nenhum estado de espírito para tomar uma decisão consensual.'"


+++ LAGUM: 'BUSCAMOS SER GENUÍNOS' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL