Pulse

Dente quebrado e lama: Green Day relembra show histórico de 1994

Banda fez um dos shows mais icônicos de sua carreira Woodstock

Redação Publicado em 30/04/2019, às 16h27

None
Green Day Tocando em Berkeley em 1992 (Foto: Cortesia de Rob Carvalho)

Dookie é até hoje considerado por muitos o melhor trabalho do Green Day. O disco é de 1994, e marca uma das épocas mais punks da banda. Faixas como “Longview”, “When I Come Around”, “Welcome to Paradise”, “She” e “Basket Case” são algumas de maior sucesso.

O disco foi o responsável por mostrar a banda ao mundo. E uma das suas principais apresentações foi no festival Woodstock de 1994. O Green Day tocou só nove músicas, e dessas, sete foram de Dookie. A apresentação durou só meia hora. Mas esse tempo foi mais do que suficiente para prometer para a plateia uma banda incrível e um show histórico.

+++ Em vídeo de 1990, Green Day adolescente toca faixas de futuros discos em escola

A galera que estava assistindo correspondeu, e o show não demorou para virar um verdadeiro pandemônio com guerra de lama e os próprios músicos apanhando. Tré Cool, o baterista, contou ao Member Guest Podcast como foi o show que mudou a vida da banda, conforme disse.

“Foi um show de bosta. Era um negócio patrocinado pela Pepsi e tinha transmissão nas TVs de todo o mundo, e toda banda importante estava lá. Foi louco. E é claro que as pessoas começaram a pular a cerca e entrar de penetra, e aí virou um caos. Nessa hora o tempo piorou e começou a chover pra caramba, e todo o lugar virou um lamaçal. Foi caótico, e funcionou muito bem para o Green Day dominar o palco e abrir os portões do inferno”, relembrou.

+++ Formada por meninos de 8 a 12 anos, Color Killer pode não ser popular na escola, mas quer conquistar o punk 

“De repente uma guerra de lama começou. Eles estavam jogando no palco, e a gente começou a atirar de volta. A gente tentou continuar tocando, mas o Billie [Joe, guitarra e vocal] e o Mike [Dirnt, baixo] estavam sendo atingidos. Foi punk pra caralho e ninguém esperava por isso.”

No final da apresentação, a guerra tomou proporções astronômicas. Os músicos estavam cobertos com lama até a cabeça, e os instrumentos inundados. Os fãs começaram a subir no palco para stage divings e brincar com os músicos “O Mike chegou a ser abordado por um segurança. Ele estava tão sujo que não sabiam quem era. Eles quebrou o dente e trincou o cotovelo! Foi muito exagerado, se você ver o vídeo. O cara agarra o Mike e joga ele no chão, e era um segurança enorme!”

+++ Conheça a história de 21st Century Breakdown, disco do Green Day que vai virar HQ

Veja o show completo:

 

+++ Mano Brown, Parangolé e Arctic Monkeys: Rincon Sapiência escolhe os melhores de todos os tempos em 1 minuto