As denúncias de Kurt Cobain sobre estupro nos anos 1990 são importantes até hoje

Kurt Cobain, do Nirvana, aproveitou a própria influência para defender pautas sociais e de gênero

Redação Publicado em 25/06/2020, às 17h16

None
Kurt Cobain (Foto: AP Images)

Kurt Cobain, do Nirvana, além de ser um dos maiores artistas da história, também aproveitou a própria influência para defender questões sociais. Como relembra o Far Out Magazine, o músico fez denúncias sobre estupro nos anos 1990 - e elas continuam importantes até hoje .

Em entrevista de 1991 ao NME, Cobain enfatizou acreditar que a sociedade deveria eliminar o assédio sexual e o estupro. Um dos meios para fazer isso, segundo o artista, é educar homens sobre o estupro. 

+++ LEIA MAIS: 4 fatos sobre ‘Bleach’, do Nirvana, que você provavelmente não sabia

Na conversa, ele lembrou de uma amiga que na época começou aulas de defesa pessoal e se questionou sobre esse processo. Cobain falou: "Ela olhou pela janela e viu um campo de futebol cheio de meninos, e pensou que essas são as pessoas que realmente deveriam estar em uma classe”.

O músico também levou os assuntos para as músicas do Nirvana. Como aponta o FOM, o artista lançou "Rape Me", do disco In Utero, como um "hino anti-estupro". 

+++ LEIA MAIS: Casaco de Kurt Cobain usado no MTV Unplugged é leiloado por R$ 1,3 milhão

A questão da violência contra a mulher também foi abordada em "Polly", de Nevermind. Sobre a música, Krist Novoselic comentou: "É sobre uma jovem garota que foi sequestrada, o cara a levou em sua van. Torturou. Estuprou ela. A única chance que ela tinha de fugir era procurá-lo e convencê-lo a desamarrá-la. Foi o que ela fez e ela fugiu. Você pode imaginar quanta força isso levou?".

Em outra entrevista de 1993, Cobain relembrou dos tempos de colégio e como esse período moldou a visão dele: "Não encontrei nenhum amigo (na escola), amigos homens com os quais me sentisse compatível, acabei saindo muito com as meninas. Eu sempre senti que elas não foram tratados com respeito. Especialmente porque as mulheres são totalmente oprimidas".

+++ LEIA MAIS: Nirvana no Brasil: vídeo raro relembra entrevista de Kurt Cobain para a MTV Brasil em 1993

O Far Out Magazine pontua que as denúncias e falas de Cobain nos anos 1990 sobre a violência contra a mulher foram à frente do tempo dele e mostraram como a música está ligada com a política e pautas sociais. 


+++ A PLAYLIST DO SCALENE