Pulse

Animação Yellow Submarine, dos Beatles, completa 50 anos

Obra-prima do psicodelismo marcou época e influenciou as artes visuais

Paulo Cavalcanti Publicado em 17/07/2018, às 13h34 - Atualizado às 14h40

LP original Beatles

Ver Galeria
(3 imagens)

No dia 17 de julho de 1968, John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr estiveram juntos na estreia da animação Yellow Submarine (que no Brasil ganhou o título de O Submarino Amarelo, na época) no London Pavilion, em Londres. Foi a última vez que os quatro se reuniram para um evento dessa escala. O filme dirigido por George Dunning e produzido por Al Brodax foi um sucesso de público e crítica, tornando-se um clássico imediato. Foi também a derradeira incursão dos Beatles pelo universo da psicodelia.

Em agosto de 1966, o quarteto de Liverpool deu uma importante guinada na carreira. A banda parou de se de apresentar ao vivo e passou a se dedicar ao trabalho em estúdio. O grupo lançou, então, lançou Revolver, álbum revolucionário que mudou o panorama musical. Ironicamente, a canção mais popular do trabalho foi justamente a mais despretensiosa. Em todos os discos dos Beatles, Ringo Starr assumia o vocal de pelo menos uma faixa. Em Revolver, isso aconteceu em “Yellow Submarine”, uma canção infantil que John Lennon e Paul McCartney fizeram especialmente para ele. Sem dúvida, a faixa caiu como uma luva para a voz do afável baterista.

Como “Yellow Submarine” ainda repercutia, a canção foi conveniente usada como o mote principal para o filme seguinte que os Beatles deviam à produtora United Artist. Desde a época do lançamento de Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band, em junho de 1967, os Beatles tinham alcançado um status mítico. Muito deste estado de espírito foi usado no roteiro do filme. Mas apesar de ser um produto dos Beatles, eles tiveram muito pouco a ver com o resultado final. O quarteto aparece apenas no final, entoando “All Together Now”. Fora isso, tudo foi feito sem o envolvimento deles, sendo que até mesmo ao "Beatles animados" foram dublados por atores profissionais. Na première, McCartney disse: “Eu gostei do resultado, mas olha, não é bem a gente que está lá”.

O enredo do desenho é simples. Ringo é perseguido por um submarino amarelo comandado pelo Capitão Fred. Após inúmeras peripécias, o quarteto vai parar em um mundo encantado chamado Pepperland, dominado por criaturas perversas chamadas Blue Meanies que têm como objetivo acabar com a alegria no mundo. Usando a música e otimismo como arma, John, Paul, George e Ringo derrotam os malvados e trazem paz e harmonia para Pepperland. Yellow Sumarine tem uma premissa ingênua, mas completamente em sintonia com os tempos da psicodelia e da vigente contracultura. Se o conceito da história era básico, o acabamento trazia sofisticação e apontava para arte de vanguarda. O visual lisérgico e surreal do filme e a técnica de colagem usada pelo artista alemão Heinz Edelmann influenciaram gente como Terry Gillian (do Monty Python) e foram copiadas em programas de televisão como Vila Sésamo.

A trilha sonora é recheada de composições dos Beatles da fase 1966/67, como “Baby You Are a Rich Man”, “Lucy in The Sky With Diamonds” “Eleanor Rigby” e muitas outras. Apenas quatro delas eram inéditas: as experimentais “Only a Northen Song” e “Its All Too Much” (ambas de George Harrison, gravadas durante as sessões de Sgt. Peppers); o rock “Hey Bulldog”, de John Lennon, e “All Together Now”, no estilo “cante junto”, de Paul McCartney. O maestro e produtor George Martin se encarregou do escore instrumental, que destacou “Pepperland” e a “Sea of Monsters”. As quatro faixas inéditas, além de “Yellow Submarine” e “All You Need is Love”, fizeram parte do LP da trilha do filme, lançado em janeiro de 1969. O lado B do disco trazia as canções de Martin.

Em 1999, saiu pela primeira vez o DVD do longa, além do CD Yellow Submarine Songtrack, com todas as canções do Beatles apresentadas no filme, mas sem o escore de George Martin. Todas as faixas foram remixadas e “Only a Northen Song” ganhou uma versão em estéreo pela primeira vez. O DVD ficou pouco tempo nas lojas e se tornou um item muito cobiçado pelas fãs. Em 2012, chegou ao mercado a versão em Blu-ray.

Assista ao trailer de Yellow Submarine.

Veja os "Beatles animados" tocando “Yellow Submarine”.

Assista a um trecho de The Rutles – All You Need is Cash, paródia dos Beatles feita em 1978 com o segmento da canção “Cheese and Onions” imitando o visual de Yellow Submarine.