Detalhes da quarentena de Tony Iommi: assistir séries, lavar o carro e falar com Ozzy Osbourne todos os dias

O guitarrista do Black Sabbath falou sobre a rotina em isolamento causada pelo novo coronavírus

Redação Publicado em 10/04/2020, às 11h40

None
Tony Iommi e Ozzy Osbourne (Frank Micelo/ Invision/ AP)

Tony Iommi, guitarrista do Black Sabbath, diz que mantém contato constante com o antigo colega de banda, Ozzy Osbourne, devido à pandemia do novo coronavírus. Além disso, contou histórias sobre a rotina dele em isolamento.

Ozzy deveria viajar para a Suíça em abril para fazer um tratamento para a doença de Parkinson, mas com os Estados Unidos e a Europa atualmente com voos cancelados, o vocalista foi forçado a adiar a viagem.

+++LEIA MAIS: Qual foi a primeira música que o Black Sabbath escreveu?

Em entrevista ao o site Birmingham Live sobre o que ele estava fazendo durante o bloqueio, Iommi diz: "Lavei o carro, limpei a garagem, fiz todos os pequenos trabalhos que você percebe que precisam ser feitos, como todo mundo.

"Maria e eu também assistimos televisão - estamos maratonando Ozark e Boardwalk Empire Ah, estou também tocando guitarra. É como estar em turnê sem sair para tocar. Você está preso no quarto toda noite.

+++LEIA MAIS: Tony Iommi: ‘Fui contra todos que diziam que não conseguiria tocar guitarra’

Iommi também falou que sentiu a solidariedade da vizinhança durante a pandemia: “Os vizinhos deixaram um bilhete na porta perguntando se quero que façam compras para mim. Eles estão cuidando desse pobre coitado!"

“Acho que isso nos aproximou mais. Estou até em contato com Ozzy todos os dias, quando ele supera seus próprios problemas de saúde em Los Angeles", acrescentou Tony.

+++LEIA MAIS: Black Sabbath usava cruz nas roupas para se proteger de maldição satânica, explica Geezer Butler

O guitarrista também está atualmente realizando um leilão on-line para arrecadar fundos para o Heartlands Hospital Charity de Birmingham, cidade natal dele.

A venda já está disponível no site eBay e inclui uma guitarra Epiphone SG, conjuntos de boxes da coletânea Supersonic Years, várias versões assinadas do conjunto The End e uma cópia do CD Dehumanizer, tudo assinado por Tony Iommi.

+++ LEIA MAIS: As complicações de Black Sabbath Vol. IV: como a polícia precisou intervir diversas vezes para ninguém morrer

A guitarra vem junto com um case, palhetas, um pacote de cordas pessoais de Iommi, uma carta de autenticidade e uma foto de Tony então com o instrumento.


+++ DISCOGRAFIA DO THE STROKES: OS ALTOS E BAIXOS DOS ARRUACEIROS DE NOVA YORK