Devo prepara cinebiografia

Em estúdio para gravar novo álbum depois de 19 anos, a banda norte-americana vai levar às telas época em que era vista como "piada sem esperança"

Da redação Publicado em 01/04/2009, às 14h09

Após anunciar, há duas semanas, que está em estúdio para gravar o primeiro álbum em 19 anos, a banda norte-americana Devo divulgou que já trabalha em cima de uma cinebiografia. A revelação foi feita em série de entrevistas ao site Flavorwire, divulgada terça, 31.

"É sobre o Devo nos tristes, tristes dias em Akron (cidade de Ohio), começando por 1974. (O filme) mostra a verdade - que é mais estranha que a ficção -, quando, contra todas as chances, esta banda de arte passa de piada sem esperança da qual todo mundo ri para ao ponto em que nos sincronizamos com os movimentos new wave e punk", explicou Jerry Casale, um dos fundadores do grupo.

No bate-papo, o músico contou ainda um pouco sobre a "filosofia De-evolution", que ganhou corpo a partir de uma reação à brutalidade da força militar contra os protestos anti-guerra nos EUA, rebobinando aos anos 1970. "Acho que era meio hippie na época. Acreditava ingenuamente na existência de uma justiça (...), que realmente tínhamos democracia para endossar a Constituição. Estava errado."

A solução, continuou Casale, era "ser um guerreiro vigilante dia e noite" e usar a arte como arma, já que, "se eu fizesse o que bem entendesse, estaria na cadeia por homicídio".